Fisioterapia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2444 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTIGO ORIGINAL

Tratamento da lombalgia crônica pela inativação de pontosgatilho miofasciais – experiência da Divisão de Medicina Física da FMUSP
Inês Cristina de Mello Lima* Helena Hideko K. Seguchi** Marta Imamura** Elizabete Tsubomi Saito*** Clara de Paiva Pinho**** Satiko Tomikawa Imamura**

RESUMO A lombalgia é uma das causas freqüentes de incapacidade. Este estudo apresenta protocoloe avaliação dos resultados dos efeitos terapêuticos, utilizando-se a técnica de injeção do ponto-gatilho de Fischer no tratamento da dor lombar crônica em um grupo de 25 pacientes, 8 homens e 17 mulheres, que não responderam à abordagem convencional. Os resultados mostraram melhora estatisticamente significante na intensidade da dor e algometria. Os autores concluíram que a inativação dospontosgatilho é uma modalidade terapêutica eficiente no tratamento da lombalgia crônica quando outras falham. UNITERMOS Lombalgia. Tratamento. Pontos-gatilho. SUMARY Low back pain is one of the most frequent cause of disability. This study presents the protocol and evaluation of the therapeutic effects using trigger point injections to treat chronic low back pain on a group of 25 pacients, 8 males and 17females that did not respond to conventional approach. The results showed statistically significant improvement in pain intensity and dolorimetry. The authors concluded that trigger point injection is a efficient therapeutic method of chronic low back pain treatment when others fail. KEY WORDS Low back pain. Treatment. Trigger point.

Trabalho realizado no Ambulatório da Divisão de MedicinaFísica do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo * Ex-médica estagiária colaboradora da Divisão de Medicina Física do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo ** Médica assistente da Divisão de Medicina Física do IOT e do Ambulatório de Dor daClínica Neurológica do Hospital das Clínicas da FMUSP *** Médica assistente da Divisão de Medicina Física e Reabilitação do HC da FMUSP **** Fisioterapeuta da Divisão de Medicina Física do IOT/HC da FMUSP Endereço para correspondência: Rua Clementino do Monte, 317 – apto. 302, Farol – CEP 57055-190– Maceió – AL Tel.: (082) 241-4495
10

Acta Fisiátrica 6(1): 10-13, 1999

Introdução
Com a evoluçãoda espécie, o homem passou a ter na coluna vertebral sua alavanca de suporte, cuja mobilização se dá de forma constante. Em seu trabalho, quase sempre em oposição à gravidade, sofre ação de forças em diferentes sentidos e intensidade. Essas mudanças antropométricas fazem com que o homem possua uma maior predisposição a patologias da coluna, sendo a lombalgia o sintoma experimentado por cerca de60% a 90% da população em algum momento da vida. De acordo com Herring 5, mesmo na presença de dor ciática, a maior parte das lombalgias evolui de forma benigna, com resolução do processo em pequeno espaço de tempo. Essas queixas relacionam-se com lesões musculares ou ligamentares agudas. Há, no entanto, um grupo de pacientes que cursam de forma crônica e até mesmo incapacitante. As síndromesdolorosas miofasciais possuem grande freqüência na prática clínica relacionadas à dor lombar. São definidas como afecções dolorosas que acometem fáscia e músculos 9, e qualquer músculo corporal pode desenvolver uma síndrome miofascial. O objetivo deste ensaio clínico é demonstrar os resultados iniciais obtidos, utilizando-se a técnica de injeção de pontos-gatilho (TPI – trigger point injection) notratamento da dor lombar crônica de origem miofascial em pacientes que não responderam satisfatoriamente à abordagem convencional, e os músculos mais freqüentemente envolvidos nessa afecção dolorosa.
Homens

Tabela 1 Estudo da casuística (N=25) 8 17 50a M=9a (108m) 32% - M:H=2.1:1 Mulheres Idade média Tempo da doença 68% (24-70a) (2m-50a) ou (2m-600m)

Tabela 2 Diagnósticos Nº de pacientes...
tracking img