Fisioterapia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 48 (11812 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DECANIO














A HERANÇA DE PASTINHA
















COLEÇÃO SÃO SALOMÃO 3






Titulo do livro: A herança de Pastinha.
Autor: Angelo A. Decanio Filho.
Copyright by Angelo A. Decanio Filho.
Editoração electrônica do texto; revisão; criação e arte final da capa:
Angelo A. Decanio Filho.
2a Edição:com dicionário dialetal, 1997
Endereço para correspondência:
Angelo A. Decanio Filho
Rua Eduardo Dotto, s/n – Vivenda Iemanjá
Praia de Tubarão – Paripe
Salvador - Bahia - Brasil
CEP 40801-970
Fone (071) 3974309
Fax (modem) (071) 3974309
E-mail: adecan@e-net.com.br;
Homepage: Capoeira da Bahia Onlinehttp://www.geocities.com/Colosseum/Loge/2078


Coleção São Salomão
1. A herança de Mestre Bimba R$20,oo
2. Manuscritos e desenhos de Pastinhas R$20,oo
3. A herança de Pastinha R$15,oo
4. Falando em capoeira R$15,oo


Informações adicionais
Aceitamos pedidos mediante pagamento antecipado do valor da compraacrescido do porte do correio em depósito no Banco Itaú, Salvador/BA, bairro Mercês, favorecendo Angelo A. Decanio Filho (banco 341, agência 0226, c/c 21772-7)












PREFÁCIO


Raimundo Cesar Alves de Almeida, Itapoan











Nos idos de 60, mais precisamente em 1964, comecei a aprender capoeira com o Mestre Bimba.
A Regional tomou conta de mim, oMestre, mais do que nunca, foi o Mestre total.
Vivi por longos anos no meio da Regional, porém um dia fui convidado, a visitar a Academia do Mestre Pastinha, no Pelourinho, 19.
Lá uma figura pequena e de aparência frágil comandava tudo.
A Capoeira Angola sob a batuta do seu maior preservador fluía tranqüilamente...
Raimundo Natividade, Coice de Mula, Gildo Alfinete, RobertoSatanás e os Joãos (Grande e Pequeno) dentre outros tantos, ao som do toque “Angola” mostravam através de Chapas de Frente, Rabos-de-arraia, etc., toda a malícia que o Velho Mestre lhes ensinou.
Cheguei perto daquele homem e ouvi de sua boca coisas do fundo d’alma.
O Velho Pastinha, com humildade foi contando fatos de sua vida
Senti uma certa amargura em suas palavras, poréma riqueza de sua filosofia me deixou muito impressionado.
Mais tarde fui lhe fazer uma visita, o encontrei já cego, muito doente, morando em um quarto pequeno, mal iluminado, onde a falta de tudo era o tom.
Ao chegar, ele perguntou quem eu era, disse que era o Itapoan, aluno do Mestre Bimba, e ouvi dele:


“Sente meu filho, como vai o Manoel?”


Senti naquelemomento que a rivalidade que sempre quiseram para os dois, era apenas técnica, filosófica e nunca pessoal.
Pastinha tinha a sabedoria dos que viram, dos que tiraram da vida o que de melhor ela tem, e entregava a todos de graça!
Hoje ao ler os manuscritos por ele deixado... lembro-me de muitas conversas em que com ele viajei e alegro-me de agora ainda poder viajar...


Estetrabalho que Decanio ora coloca ao alcance de todos “A HERANÇA DE PASTINHA” é de uma felicidade tamanha que tenho certeza vai colocar a cabeça de muitos capoeiristas em ebulição, os obrigando a uma nova leitura da verdadeira Capoeira Angola.
Trabalhando em cima das frases e conceitos de Pastinha, Decanio faz uma viagem através do estilo do Mestre, de forma brilhante, clareando o“escondido” e malicioso do seu estilo , chegando muitas vezes a me surpreender com a facilidade de chegar onde o seu Pastinha quis.


Esta obra comentada do Mestre, vem, com toda certeza, valorizar o original e estimular novas interpretações da filosofia, técnica e visão deste que, sem sombra de dúvidas, foi o grande Guardião da Capoeira Angola.
E viva “seu” Pastinha Camará!...
tracking img