Fisioterapia na comunidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3556 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária
Belo Horizonte – 12 a 15 de setembro de 2004
Fisioterapia na Comunidade
Área Temática de Saúde
Resumo
O Projeto de Extensão Fisioterapia na Comunidade vem sendo desenvolvido nas
Comunidades do Grotão e Maria de Nazaré, realizando tratamento fisioterapêutico e
atividades educativas em saúde. O eixo teórico que orienta aatuação e a intervenção social
deste é a Educação Popular, metodologia educativa sistematizada por Paulo Freire.Objetivos:
prestar assistência fisioterapêutica aos moradores da comunidade, contribuir com a melhoria
na qualidade de vida da população através de ações educativas que visam à manutenção e
promoção da saúde, vivenciar a experiência de um trabalho na atenção básica à saúde em umaequipe de saúde coletiva. Realiza atividades práticas e teóricas que compreendem:
Atendimento fisioterapêutico nas Unidades de Saúde da Família, domicílio e grupos (coluna,
gestantes, idosos, hipertensos) e discussão de diferentes temas, proporcionando ao estudante
base teórica para sua atuação. A importância de tornar acessível o tratamento fisioterapêutico
aos moradores de comunidadesperiféricas e o estabelecimento de relações mais humanizadas
entre os estudantes e a população. Essa vivência possibilitou o alargamento da atuação do
profissional de saúde na atenção básica. O referencial teórico da Educação Popular foi
elemento norteador dessa ação, favorecendo mudanças importantes na compreensão do grupo
acerca da educação em saúde e das relações educativas existentes.Autores
Aline Barreto de Almeida – graduando em Fisioterapia
Ana Maria Braga de Oliveira – graduando em Fisioterapia
Anderson Sales – graduando em Fisioterapia
Paula Teles Vasconcelos – graduando em Fisioterapia
Kátia Suely Ribeiro - Mestre em Educação
Instituição
Universidade Federal da Paraíba - UFPB
Palavras-chave: fisioterapia; saúde; comunidade
Introdução e objetivo
OProjeto de Extensão Fisioterapia na Comunidade, da Universidade Federal da
Paraíba, teve início em Agosto de 1993, na Comunidade Padre Zé, localizada no município de
João Pessoa, sob a denominação de Programa de Assistência Domiciliar à pacientes
neurológicos. A idéia surgiu a partir de uma experiência de atendimento fisioterapêutico
domiciliar da prefeitura de Santos, em São Paulo, etinha como proposta principal
desenvolver uma experiência prática de assistência a pessoas com disfunções neurológicas em
uma comunidade. Algum tempo depois, o professor Dailton Alencar, que coordenava o
projeto, sentiu a necessidade de ampliar a forma de atuação que inicialmente passou a
abranger o atendimento a pessoas com outros distúrbios além dos neurológicos, e
posteriormente foialargando a proposta em direção a uma perspectiva de atenção integral ao
indivíduo com a intervenção visando também à promoção e à manutenção da saúde. Passou a
denominar-se, então, Fisioterapia na Comunidade. Em 1995, o projeto foi transferido para a Comunidade da Penha, que é uma
comunidade de pescadores localizada no município de João Pessoa. O projeto tinha como
objetivos: avaliar ascondições de saúde da comunidade, orientar com relação aos cuidados
para prevenção de doenças e prestar assistência fisioterapêutica domiciliar aos grupos sociais
mais vulneráveis como o idoso, a mulher e a criança. Em 1996, a coordenação do projeto foi
assumida pela professora Kátia Suely Ribeiro, seguindo as mesmas diretrizes e o local de
atuação estabelecido pelo coordenador anterior.Com base nos dados levantados a partir de
um questionário, foi realizada inicialmente uma avaliação dos indicadores sociais da
comunidade que serviram de norteadores para a atuação dos integrantes do Projeto e a partir
deste levantamento as atividades foram programadas. Prosseguiu-se o atendimento domiciliar
às pessoas necessitadas de atendimento fisioterapêutico e sem condições de se...
tracking img