Fisiologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1361 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DIFUSÃO

A difusão é o movimento de partículas (moléculas ou íons) de uma região para outra.

|[pic] |
|Os íons deslocam-se de onde estão mais concentrados para onde estão|
|menos concentrados (A), até ocorrer o equilíbrio (B) |

Este movimento ocorre porque as partículas são dotadas de energia cinética e tendemsempre a se movimentar.

Exemplo: Todo movimento gases entre uma planta e o meio ambiente é explicado por simples difusão. Quando dizemos que na fotossíntese a planta absorve CO2 e elimina O2, na verdade está ocorrendo uma difusão de CO2 e do O2 através dos estômatos, seguindo o gradiente de pressão de difusão.

PRESSÃO DE DIFUSÃO

A pressão de difusão é definida como "a tendência quediferentes partículas (moléculas ou íons) têm para a difusão". Assim sendo, quanto maior a energia cinètica das partículas, maior será a sua pressão de difusão.

Considere um balão de borracha contando um gás qualquer (CO2,O2, NO2, etc.). As moléculas deste gás estão difundindo-se e acabam chocando-se contra as paredes do balão, gerando a pressão de difusão sobre elas. Se o gás for aquecido, aumenta-sea pressão de difusão, uma vez que se forneceu mais energia.

Consideremos agora a água. Quando se dissolve uma substãncia em água, a pressão de difusão da água diminui. Esta diminuição é proporcional à quantidade de substância que se dissolve. Assim sendo, pode-se dizer que a água pura (água destilada) apresenta pressão de difusão máxima. Este fato é importante para explicar o fenômeno daosmose.



OSMOSE

A osmose é a difusão da água através de uma membrana semipermeável (M.S.P.). É um fenômeno físico-químico que ocorre quando duas soluções aquosas de concentrações diferentes entram em contato através de uma membrana semipermeável. Existem muitos tipos dessas membranas, exemplos: Papel celofane, bexiga animal, paredes de células, porcelana, cenoura sem o miolo (oca).

A difusãode líquido para outro por meio de membranas foi observada pela primeira vez em 1748, pelo padre francês Jean Antoine Nollet.

Os seres vivos depararam-se com a osmose desde sua origem, uma vez que tudo indica que eles surgiram em meio aquoso como sistemas isolados do ambiente por uma membrana semipermeável. Durante o processo evolutivo os seres vivos desenvolveram não só maneiras de evitarproblemas causados pela osmose (inchação ou dessecamento), como também processos que aproveitam a dinâmica osmótica nos fenômenos biológicos.

Em fisiologia vegetal a osmose está associada, por exemplo, aos processos de transporte de seiva pelos vasos condutores, à manutenção da forma da planta (esqueleto hidrostático) e à realização de movimentos. Em fisiologia animal está relacionada, por exemplo,com os processos de troca de substâncias entre as células e o ambiente intercelular (como a que ocorre na região dos capilares sanguíneos) e com a filtração renal.

O processo de osmose está presente em muitos mecanismos de transporte celular, principalmente entre células vegetais e microorganismos unicelulares. No caso dos vegetais ocorre o transporte de água do solo úmido (meio hipotônico)para o interior da raiz (meio hipertônico). No caso de microorganismos unicelulares, geralmente com concentrações de solutos bem maiores que o meio externo (água doce), ocorre transporte contínuo de água para o seu interior; para não estourar, o microorganismo precisa bombear para fora o excesso de água. O contrário ocorre em microorganismos unicelulares de água salgada, havendo gasto de energiapara repor a perda de água para o meio exterior mais concentrado, impedindo que o microorganismo murche.

Os fenômenos da osmose só ocorrerão quando a membrana for semipermeável. Se a membrana for permeável, deixando passar soluto e solvente, não há fenômeno de natureza osmótico.

Querendo–se impedir que a osmose ocorra, é preciso exercer uma pressão sobre o sistema no sentido inverso ao da...
tracking img