Fisiologia do mergulho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1805 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Fisiologia do mergulho

Quando seres humanos mergulham, são submetidos à condição denominada Hiperbarismo, onde, para não colabarem, os pulmões são enchidos em pressões elevadas, expondo o sangue nos alvéolos também à mesma condição .Segundo a Lei de Boyle,a profundidade da agua causa redução do volume dos gases nos pulmões. Exemplo : Ao nivel do mar (1 atm), um pulmão contendo 1L de ar teráseu volume reduzido confme o mergulhador desce em profundidade. Após 10m ( 2 atm ) o volume de ar cairá para 1/2 L. A 70m (8 atm) o volume será de 1/8 L e assim sucessivamente.
O Hiperbarismo,por sua vez, leva a alterações na absorção e transporte de gases no organismo. O ar que respiramos é composto basicamente por oxigenio, nitrogênio e gás carbonico. Havendo pressão gasosa alveolar aumentada,haverá hiperabsorção destes gases e isso poderá levar a efeitos deletérios, desde que não sejam seguidas as regras básicas do mergulho.

Scuba

Até os anos 40, quase todos os mergulhos eram feitos empregando um capacete ligado a um tubo de borracha,por onde era bombeado o ar, da superficie para o mergulhador. Em 1943 Jacques Cousteau desenvolveu o aparelho autocontido para respiração em baixod`agua, ou SCUBA, abreviação do inglês Self Conteined underwater breathing apparatus.
Apesar as das evoluções sofridas pelo aparelho e de sua diversidade de formas comerciais, o tipo usado desde sua criação é Sistema de demanda de circuito aberto, contendo ar comprimido em cilindro, válvula redutora de primeiro estágio, uma válvula de de inalação de demanda e válvula de exalação, que possibilitaque o ar seja puxado aos pulmões com pressão respiratória ligeiramente negativa e, depois ser exalado no mar sob pressão pequena.

Descompressão

Segundo a lei de Henry, "a solubilidade de um gas no meio líquido é diretamente proporcional a pressão parcial". Quando respiramos sob pressão elevada por longo período, a quantidade de NITROGENIO dissolvida nos líquidos corporais aumenta e , como ogás não é metabolizado no organismo, só será eliminado quando sua pressão seja reduzida nos pulmões.
Para que isso ocorra de maneira fisiológica,evitando a doença descompressiva o mergulho realiado em profundidades e tempo FORA da faixa azul da tabela 1 deve passar por processo de descompressão.
Quando o mergulhador sobe de maneira lenta e segura, tem 90 % do nitrogenio eliminado na primeira hora eo restante nas outras 6h.
No mergulho descompressivo, o mergulhador permanece determinado tempo em profundidades progressivamente menores até chegar à superficie, seguindo tabelas ja previamente elaboradas.

Lesões do mergulho

Mal descompressivo

Engloba duas lesões distintas : a embolia gasosa e a doença descompressiva.
Ambas ocorrem quando o Nitrogênio, gas inerte presente no sanguetorna-se gasoso de uma maneira súbita,devido à rapida mudança de pressão nos tecidos de um ambiente hiperbárico para um hipobárico.Isto pode acontecer, por exemplo, quando um mergulhador que permaneceu um determinado período a uma determinada profundidade, atingindo um perfil descompressivo , sobe de maneira súbita.Por não haver tempo dos pulmões eliminarem o excesso de nitrogenio sanguineo,podehaver a formação de bolhas nos tecidos (Micronuclei).
Estas podem cair na corrente sanguinea, ocasionando o Mal descompressivo, caracterizado por embolia gasosa e lesão de orgãos-alvo, como o coração e sistema nervoso central (2% dos casos)
Em sua forma tecidual,a doença descompressiva pode ocasionar dores articulares,sendo o ombro mais acometido, dores musculares,paralisias,formigamento deextremidades e fadiga intensa.A pele pode apresentar coceiras e vermelhidão. Nos casos mais graves pode desencadear Incontinencia urinária, paralisias, vertigens e perda de consciencia.
.

Seu tempo de desenvolvimento ocorre :
A) 50 % dos casos nos primeiros 30 minutos
B) 85 % dos casos, em 1 h
C)95 % dos casos , nas primeiras 3h.

Fatores de risco :

idade
desidratação
Exercicio excessivo...
tracking img