Fisiologia animal sistema respiratório e cardiovascular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3940 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistemas Respiratório e Cardiovascular

Sistema respiratório

O termo respiração é utilizado pelas pessoas para designar dois processos diferentes: a tomada de oxigênio do meio pelo organismo e a liberação de gás carbônico do organismo para o meio. Os animais aquáticos captam o oxigênio a partir da pequena quantidade deste gás dissolvido na água e os animais terrestres, por meio dooxigênio abundante no ar.
As reações químicas do processo respiratório dependem de temperatura, ou seja, energia. E essa energia é proveniente da quebra de ATP (adenosina trifosfato), que por sua vez é gerada pela oxidação do hidrogênio do ciclo de Krebs, onde a glicose é quebrada formando água e gás carbônico, promovendo a formação de ATP. Ou seja, não haverá energia sem a respiração celular.Nesta reação química sempre faltam moléculas de oxigênio, e é nessa que entra o oxigênio adicional da respiração.
Muitos animais pequenos podem captar o oxigênio em quantidades suficientes pela superfície corpórea geral, mas a maioria dos animais necessita de órgãos respiratórios especiais para a captação desse gás. Contudo, a adaptação evolutiva de larga escala à respiração aérea ocorreapenas entre os artrópodes e os vertebrados. Porém, alguns caracóis adaptam-se bem à vida terrestre e um pequeno número de outros invertebrados vive em diversos micro-habitats terrestres.
Os organismos que obtêm oxigênio apenas pelo processo de difusão são, na maioria das vezes, muito pequenos (1 mm ou menos), pois este é um processo lento e ocorre quando são percorridas curtas distâncias.Entretanto, aqueles organismos maiores que possuem uma pele bastante fina e vivem em ambientes úmidos, como minhocas e sapos, conseguem realizar as trocas gasosas por meio da difusão de gases entre as células da pele e o ambiente em que se encontram. Os animais maiores e mais complexos frequentemente apresentam superfícies especializadas para a troca de gases e também um sistema sanguíneo paratransportar o oxigênio mais rapidamente que o processo de difusão sozinho poderia fazê-lo.
Sendo assim, os organismos desenvolveram diferentes estruturas respiratórias, adaptadas a seu habitat e modo de vida. Deste modo, pode-se dizer que:

- se a superfície respiratória estiver voltada para o lado externo, formando uma evaginação, o órgão resultante é normalmente chamado de brânquia.Secundariamente, uma brânquia pode estar no interior de uma cavidade, tal como em um peixe, mas isto não muda o fato de que seja fundamentalmente evaginação.
Em geral, as brânquias servem principalmente para a respiração aquática e os pulmões para a respiração aérea. Existem exceções: os pepinos-do-mar têm pulmões aqüíferos nos quais parece ocorrer a maior parte das trocas de gases.
Emorganismos aquáticos, o oxigênio utilizado na respiração encontra-se dissolvido na água e não faz parte da molécula de água (H2O). O ar que se mistura na água ou a fotossíntese realizada pelas algas são os responsáveis pela presença de oxigênio nos mares, rios e lagos.
Os peixes não fazem movimentos de inspiração e expiração como nos animais pulmonados. Ocorre um fluxo constante e unidirecionalde água que penetra pela boca, atinge os órgãos respiratórios e sai imediatamente pelo opérculo. A cada filamento chega uma artéria com sangue venoso que se ramifica pelas lamelas branquiais. A partir daí o sangue é oxigenado e deixa a estrutura por uma veia. As trocas gasosas entre o sangue e a água são facilitadas pela presença de um sistema contracorrente: fluxo de água e sangue em sentidoscontrários. O sangue que deixa as lamelas branquiais contém o máximo de oxigênio e o mínimo de gás carbônico.)
As brânquias podem ser modificadas para o uso no ar, mas em geral são inadequadas para a respiração aérea. Por exemplo, a maioria dos peixes quando retirados da água rapidamente se asfixiam, apesar de haver muito mais oxigênio no ar que na água. A razão é que na água o peso das...
tracking img