Fisica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2771 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES INTEGRADAS IPIRANGA
CURSO DE RADIOLOGIA




Física

Aplicada


Belém-Pa 2011

ADRIANY CARVALHO
LAIS PINHEIRO DE ALCANTARA
HELEN CARLA L. MATOS DOS SANTOS
GUILHERME SALOMÃO EBERHARDT

TRABALHO DE FÍSICA APLICADA

Trabalho apresentado ao Docente MARCIO MARCELO DA SILVA PESSOA para cumprimento de exigência da Disciplina Fisica Aplicada do curso Radiologia,Turma RDV 112.

BELÉM/PASETEMBRO/ 2011

Sumário
Introdução .................................................................................. 4
Energia no corpo humano ........................................................ 5
Fontes de energia ................................................................. 6
Realização de trabalho externo.......................................... 8
Taxa de metabolismo basal (TMB) .......................................... 9
Gasto de energia em atividades cotidianas ........................... 10
Conclusão .................................................................................. 12
Bibliografia ................................................................................ 13



1. INTRODUÇÃONeste capitulo destacaremos a produção de energia no corpo humano através do processo químico da alimentação que era gerar energia para o funcionamento de órgãos, tecidos e células e cultivando uma alimentação rica em glicose, proteínas, carboidratos para que haja um bom funcionamento corporal.

ENERGIA NO CORPO HUMANO
2. ENERGIA DO CORPO HUMANO
O conceito de energia é fundamental importânciana física do corpo humano. Todas as suas atividades, incluindo o pensamento, envolvem trocas de energia. O consumo de energia por uma pessoa adulta– na forma de alimentos – é de aproximadamente 2.500 kcal por dia. Uma pessoa que pratique atletismo, outro esporte exigente, ou faça trabalho pesado deve consumir bem mais do que isso: umas 4 horas de atividade pesada por dia, como natação, trabalhona agricultura, ou alpinismo pode fazer com que uma pessoa precise comer duas vezes mais do que comeria na ausência dessas atividades. Já crianças ou pessoas de idade avançada e com pouca atividade física consomem bem menos. Em geral, mulheres consomem um pouco menos de energia do que homens. Entretanto, lactantes e grávidas podem precisar de alguma coisa como 300 kcal a 500 kcal a mais por diapara que possam dar conta das exigências adicionais a que estão submetidas. O valor “usual” de 2500 kcal/dia é bastante típico para grande parte dos adultos em atividades também “usuais”.
A conversão de energia em trabalho representa, apenas uma pequena fração de energia total gasta pelo corpo. Essa energia é usada para manter nosso organismo em funcionamento, como coração, pulmões e os demaisórgãos internos, e também para fornecer alguma capacidade de trabalho externo que é feito durante praticamente todo o dia. Em condições de repouso, cerca de 25% dessa energia é usada pelo esqueleto e pelo coração, 19 % pelo cérebro, 10 % pelos rins e 27% pelo fígado e pelo baço.
É interessante verificar que nosso corpo tem uma eficiência relativamente alta quando faz trabalho mecânico, mas está longese ser totalmente eficiente. Assim, apenas cerca da décima parte da energia consumida pelo coração corresponde à energia necessária para empurrar o sangue; o restante é gasto de energia que não se traduz em movimento mecânico de coisa alguma.
A energia que dispomos está armazenada nos músculos, no sangue e no fígado, na forma de glicogênio ou de glicose. Como a disponibilidade de energia é muitoimportante no desempenho de um atleta, há várias estratégias de alimentação que têm como objetivo encontrar um balanço adequado na alimentação que permita otimizar a disponibilidade e o armazenamento de energia no corpo.
A conservação de energia no corpo humano pode ser escrita da seguinte forma: a variação da energia ou armazenada pelo corpo é igual a quantidade de calor trocada com o...
tracking img