Fisica mecanica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1682 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Fisica mecanica













FORÇA DE EQUILÍBRIO DE UM SISTEMA DE DUAS FORÇAS COPLANARES




















IPATINGA
Faculdade Pitágoras (FAP) – Campus Vale do Aço
2011
EMANUELLY CRISTINA DE ANDRADE GOMES
MONALISA COSTA OLIVEIRA
NAYARAH CRISTINE ANSELMO
RAIANE DE SOUZA GOMES
THAMIRYS SOUZA DORNELASFORÇA DE EQUILÍBRIO DE UM SISTEMA DE DUAS FORÇAS COPLANARES



Relatório apresentado no curso de Engenharia Civil da Faculdade Pitágoras de Ipatinga – MG, como requisito parcial da disciplina de Física Geral e Experimental I, sob a orientação do Professor Elismar Cândido da Silva

IPATINGA
Faculdade Pitágoras (FAP) – Campus Vale do Aço
2011
1 INTRODUÇÃOUm corpo suspenso por um fio ideal (massa desprezível e inextensível) esticado está em estado de equilíbrio. Sendo assim existe uma força atuando sobre o corpo, essa força é conhecida com força de tração.

As utilidades práticas da força de tração são muitas, e podem ser bem observadas no dia-a-dia, como um varal, luminárias suspensas por cabos de aço, elevadores, etc.. A tração no fio é igualnas duas pontas, porém com sentido contrário e força resultante nula.

Sendo assim, questiona-se qual é o valor da força de equilíbrio do sistema com duas forças coplanares. Para isso determina-se como objetivo do trabalho determinar o valor da força resultante.

Portanto estuda-se neste trabalho temas como as três leis de Newton, força da gravidade (peso), força em equilíbrio e diagrama decorpo livre.

2 DESENVOLVIMENTO

Se um objeto sobre uma superfície for empurrado pode-se perceber que ele só se movimenta enquanto uma força estiver exercida sobre ele. Se deixar de empurrá-lo ele para de se movimentar. Essas observações foram realizadas pelo filósofo grego Aristóteles, obtendo assim a seguinte conclusão: “um corpo só permanece em movimento se existir uma força atuando sobre ele”(MÁXIMO; ALVARENGA, 2003, p. 46).


De acordo com Máximo e Alvarenga (2003, p: 46), séculos depois Galileu ao realizar diversas experiências cuidadosas, concluiu que se um corpo estiver em repouso, é necessária uma força sobre ele para colocá-lo em movimento. Uma vez iniciado o movimento, cessando a ação das forças, o corpo continuará a se mover indefinidamente em linha reta, com velocidadeconstante. Essa conclusão foi denominada Lei da inércia de Galileu, ou seja, os corpos têm a tendência de permanecerem como estão.


2.1 As leis de Newton


Vários anos mais tarde, Isaac Newton formulou as leis básicas da mecânica que ficaram conhecidas como as três leis de Newton.


2.1.1 Primeira lei de Newton (Inércia)


A primeira lei de Newton, também conhecida comLei da inércia de Galileu, relata que “na ausência de força, um corpo em repouso continua em repouso, e um corpo em movimento continua em movimento em linha reta e com velocidade constante” (MÁXIMO; ALVARENGA, 2003, p. 47).











Figura 01: Exemplo da 1ª lei de Newton - um corpo estando em movimento tende a continuar em movimento
Fonte:http://amostravirtual.blogspot.com/2009/06/isaac-newton-dinamica.html. Acesso em 16 de maio/ 2011.


2.1.2 Segunda lei de Newton (Força resultante)


A segunda lei de Newton ou princípio fundamental da dinâmica diz que, “a força aplicada a um objeto é igual à massa do objeto multiplicado por sua aceleração” (SITE, EFEITO JOULE,2011). Matematicamente, a segunda lei de Newton é dada por:


Figura 02: Equaçãovetorial impõe que a força resultante e a aceleração tenham a mesma direção e o mesmo sentido.
Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/leis-de-newton/segunda-lei-de-newton.php. Acesso em 16 de maio/ 2011.

F = força resultante (N)
m = massa (kg)
a = aceleração (m/s²)

Figura 03: Ex. 2ª Lei de Newton – a aceleração do corpo é diretamente proporcional a força q atua nele
Fonte:...
tracking img