Fisica 2

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1077 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

Engenharia Ambiental – 2° Período






















Relatório da aula prática de Física II.


























Palmas - TO
2012



SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 03

2. OBJETIVO 04

3. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL 05

4. RESULTADO E DISCURSSÃO 06

5. CONCLUSÃO 09

6. REFERÊNCIASBIBLIOGRÁFICAS 10







































1. INTRODUÇÃO

Os objetos que nos cercam, assim como nós mesmos, somos formados por pequenas partículas conhecidas como moléculas. Esses objetos, quando se encontram no estado sólido, terão as suas moléculas fortemente ligadas uma nas outras e por isso a movimentação delas se restringe a pequenasoscilações
O grau dessas oscilações determina uma grandeza física muito conhecida por nós, a temperatura. Em outras palavras, quanto mais agitadas estiverem as moléculas, maior será a temperatura. Quanto menor o estado de agitação molecular, menor a temperatura.
Desse fenômeno extrai-se uma conseqüência fundamental para o que se estuda aqui. Quanto mais agitadas estiverem as moléculas deum determinado objeto, mais afastadas elas estarão entre si. O resultado disso é um aumento no tamanho do objeto, ou seja, quando aquecido, ele sofre uma dilatação.
Com o aumento da agitação molecular, as moléculas ficam mais afastadas uma das outras. Por quê? Durante a agitação, duas forças atuam nas moléculas: a de atração, provocando aproximação; e a de repulsão, provocando afastamento.Essas forças não são simétricas, de modo que a força de repulsão é maior do que a de atração. Assim, é possível concluir que o afastamento das moléculas é maior que a aproximação, resultando no aumento das dimensões do corpo.
A dilatação térmica linear, ou simplesmente dilatação linear, ocorre em corpos em que o comprimento é a dimensão mais importante, como por exemplo, em cabos evigas metálicas.
Por esse motivo, quando sujeitos a variações de temperatura, corpos com esse formato sofrerão, principalmente, variações no comprimento.
Essas variações estão diretamente relacionadas a três fatores:
• O comprimento inicial do objeto (representada por L0);
 
• O material de que ele é feito (representado por  α);
 
• A variação detemperatura sofrida por ele (representada por ∆T)
 A partir desses três fatores, pode-se chegar a uma equação matemática que mostra como determinar a alteração de comprimento sofrida por um corpo devido a variações de temperatura.
2. OBJETIVO

Determinar o coeficiente linear de um corpo de prova tubolar metálica e identificar o material usado.3. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL




Vamos descrever os materiais e os métodos utilizados no desenvolvimento do experimento.


MATERIAL UTILIZADO

[pic]

1. Um dilatômetro composto por base sustentação horizontal única, esperas posicionadoras, e relógio comparador para leitura direta com precisão de 0,01 mm;
2. Três corpos de prova metálicos tubulares demateriais diferentes;
3. Multímetro;
4. Gerador elétrico de vapor dotado de conexão para corpo de prova;
5. Bécker contendo 900 ml de água a temperatura ambiente.
MÉTODO UTILIZADO

Primeiro prende-se a barra no dilatômetro e conecta o gerador de vapor em uma de suas extremidades. Logo após liga-se o gerador de vapor e espera-se a medida expressa no relógio do dilatômetroestabilizar-se.
O procedimento foi realizado dessa maneira com as três barras com o dilatômetro com uma distância inicial de 300mm; depois aumenta-se a distância inicial do dilatômetro para 500mm e realiza-se o mesmo procedimento com as mesmas três barras.

4. RESULTADOS E DISCURSSÕES

Através dos procedimentos realizados no laboratório e com a resolução dos cálculos de...
tracking img