Fiscalidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2612 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Inicialmente começamos por definir o nosso perfil de investidor, optamos por um perfil moderado no qual traçamos as nossas características próprias e maneira de nos comportarmos perante o risco, o que definiu a compra inicial das nossas acções.
Um perfil moderado visa o equilíbrio entre o rendimento e o crescimento, com um risco moderado de oscilações. Aceita um pouco mais de risco que oinvestidor conservador, mas mais contido que o agressivo. O aspecto mais importante para se lidar com o risco é a diversificação, o risco de mercado decorre de movimentos de preços do activo que compõe a carteira. O risco está associado á possibilidade de valorização ou desvalorização do activo, devido a situações económicas, políticas, nacionais, internacionais no decorrer da situação da empresa. NoEntanto optamos por acrescentar ao perfil moderado um perfil de especulador, através de utilização do seu capital na expectativa de tirar proveito de flutuações favoráveis de preço no mercado.
As acções são activos que representam títulos, que por sua vez são fracções do capital social de uma empresa. Todos os títulos ou acções circulam de forma normativa. Os activos são transaccionados no mercadofinanceiro a curto, médio ou longo prazo. O mercado financeiro representa o conjunto formado pelo mercado monetário de capitais, abrangendo transacções de moeda a títulos e as instituições que as promovem: banco central, caixas económicas, bancos estaduais, bancos comerciais e de investimento para além da bolsa de valores. Esta é onde se negoceiam títulos e acções, constitui para os investidoresuma forma fácil e prática para a compra e venda de títulos e acções recorrendo a momentos apropriados de alta ou baixa cotação. A cotação representa o valor do título no momento de negociação. O investimento apenas pode ser feito em empresas pertencentes ao PSI-20,que representa o índice de referência do mercado de bolsa nacional, agrega as vinte melhores empresas cotadas no mercado bolsistaportuguês.
Chegada a altura de tomar a decisão inicial de angariar os primeiros títulos, 17 de Outubro de 2011, como tal e respeitando as regras que nos são impostas utilizamos um total de 48.935.68€ em diversas empresas, nomeadamente a Brisa, EDP, BPI, BCP, Galp, EDP Renováveis e Jerónimo Martins com 1000, 5000, 7000, 10000, 1000, 500 e 800 títulos respectivamente. Para esta aquisição tivemos em containformações dos media e factos relevantes políticos e económicos.
Com um sistema bancário fragilizado, a crise instalada e posteriormente com a notícia da aprovação do Orçamento de estado (*1) achamos credível o investimento da Brisa (*2) pelo facto de especularmos relativamente ao terminar das scuts, que poderia ser responsável pela subida do valor das cotações dessa mesma empresa, a qual éresponsável pela exploração e manutenção das auto-estradas portuguesas.
Outra das apostas foi a EDP Renováveis uma vez que é uma empresa subsidiária da EDP, estabilizadora na produção de electricidade e energias renováveis, preocupada com uma aposta futura em reduzir o impacto ambiental. Na semana anterior ao inicio do nosso investimento mostrou-se com algumas tendências positivas.
Por outro ladotemos a parceira da empresa mencionada anteriormente embora não tão ligada ao ambiente, a EDP.
É uma empresa de algum risco por ser líder de mercado no sector de energia, pois está entre os grandes operadores europeus do sector da energia, sendo um dos maiores operadores energéticos da Península Ibérica, e o maior grupo industrial português. A EDP é o único grupo empresarial do sector da energiada Península Ibérica com actividades de produção, distribuição e comercialização em Portugal e em Espanha, e tendo associado acções com um risco alto, dado que a sua volatilidade a 30 dias é superior a 30%, adquirimos as 5000 acções mencionadas anteriormente.
O Grupo Jerónimo Martins com projecção internacional actuando no ramo alimentar, nos sectores de Distribuição e da Indústria, levou nos a...
tracking img