Finitude humana: a perplexidade do homem diante da morte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4471 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Finitude Humana: A perplexidade do homem diante da morte

Anderson Santana Cunha1

Resumo: O fim da vida humana é alvo de estudo de um grande número de publicações científicas recentes. Isso pode ser justificado pelo crescente interesse da abordagem desse tema no campo da medicina legal e da bioética, embora estudos de cunho antropológico já apresentassem consideráveis contribuições para essadiscussão. Para que possamos começar a compreender alguns aspectos dessa questão tão ampla acerca da morte propomos neste trabalho traçar algumas definições iniciais e comentar três grandes filósofos que pensaram sobre esse assunto. Inicialmente apresentamos algumas definições de “morte” coletadas em dicionários de Filosofia. Em seguida, apresentamos três visões sobre o tema: a de Epicuro (341 a.C. – 271 a. C.), para quem a morte nunca nos encontrará, por isso não é preciso temê-la; a visão de Russell (1872 – 1970), que concebe a morte como o fim absoluto do ser humano; e, por fim, a visão existencialista de Sartre (1905 – 1980) que apresenta o absurdo da existência, e consequentemente do próprio evento da fúnebre. Conclui-se o ensaio com uma breve discussão sobre alguns aspectos maisconcretos do tema, abordando a possibilidade de compreendermos, a partir dessa reflexão sobre a morte desenvolvida nesse artigo, o valor inestimável da vida humana. Palavras-chave: Morte. Vida. Epicuro. Russell. Sartre. Abstract: The purpose of human life is the subject of study of a large number of recent scientific publications. This might be explained by the growing interest in addressing thisissue in the field of legal medicine and bioethics, although anthropological studies already produced significant contributions to this discussion. So we can begin to understand some aspects of this issue so broad about death, we propose in this paper to draw some initial definitions and comment on three great philosophers who have thought about this. First we present some definitions of "death"collected in dictionaries of philosophy. We then present three views on the subject: that of Epicurus (341 BC - 271 BC), for whom death will never find us, so no need to fear it, the vision of Russell (1872 - 1970), which sees death as the ultimate end of man, and, finally, the vision of existentialist Sartre (1905-1980) that shows the absurdity of existence, and consequently the funeral of the eventitself. We conclude the essay with a brief discussion of some more practical aspects of the topic, addressing the possibility of understanding, from that reflection on death developed in this article, the inestimable value of human life.

Graduando em Filosofia pela Faculdade João Paulo II - FAJOPA. Orientador: Prof. Ms. Cristina Amaro Viana. Email: a.santana.cunha@hotmail.com

1

Vol. 3,nº 1, 2010. www.marilia.unesp.br/filogenese

183

184

Keywords: Death. Life. Epicuro. Russell. Sartre.

INTRODUÇÃO
Atualmente são abundantes atualmente os estudos biológicos, psicológicos, sociológicos, médicos, legais etc. sobre a morte, que procura compreender a maneira como em diferentes comunidades e em diferentes classes sociais, é encarado o fato de que os seres humanos morrem.Esses estudos são importantes, visto evidenciarem que a morte é, a um só tempo, fenômeno social, natural e humano. Com a filosofia não é diferente, e tem sido comum estudar filosoficamente o problema da morte, especificamente o problema da morte humana. Isso pode até nos parecer redundante, mas ao investigar essa problemática identificaremos que há distinção entre alguns conceitos daquilo que seentende pelo problema. Este trabalho propõe fazer uma investigação filosófica da questão: uma descrição e a análise de diversas ideias sobre a morte ao longo da história, de modo particular, no curso da história da filosofia. Para tanto, após apresentar em linhas gerais, o conceito de morte e uma breve reflexão sobre a mesma, apresentamos três filósofos, de épocas distintas, que oferecem determinada...
tracking img