Filsosfia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (265 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1-Empirismo: defendia tese de que, em uma analise, a origem fundamental do conhecimento esta na experiência sensível.
Racionalismo: defendia a tese de que, alem doconhecimento pela experiência sensível, há principalmente o conhecimento perante a razão.
2-Essa acenção da burguesia pode ser relacionada, no plano epistemológico,ao empirismo e, no plano sociopolítico ao liberalismo fim do arbítrio dos monarcas, impondo-se limites constitucionais aos seus poderes.
3-Ao contrario de Descartes,defendeu que nossa mente, no instantes do nascimento, é como uma tabula rasa, um papel em branco, sem nenhuma idéia previamente escrita.
4- Locke admitia que nemtodo conhecimento limita-se, exclusivamente, a experiência sensível . Considerava, por exemplo, o conhecimento matemático valido em termos lógicos, embora não tivessecomo base a experiência sensível. Nesse sentido, Locke não era um empirista radical.
5-No pensamento de Hobbes não há lugar para a liberdade, porque os movimentos sederivam necessariamente dos nexos causais que lhe dão origem.
6- Ele afirma que a existência das coisas nada mais é do que a percepção que temos dessa existência, ouseja, “Ser é perceber e ser percebido”.
7- Ele afirmava que toda idéia é uma representação de alguma impressão, por isso um cego de nscença não poderia ter jamaisuma idéia de cor, ainda que seja uma idéia não muito fiel.
8- Hume argumentou que a conclusão, por maior que seja o numero de percepções repetidas do mesmo fato, nãopossui fundamento lógico. Assim, por exemplo, cremos que o Sol nascera amanha porque ate hoje ele sempre nasceu. Mas nada pode garantir essa certeza em termos lógicos
tracking img