Filososfia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5905 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GUIA DE ESTUDOS DE FILOSOFIA

Prof.: Cláudio Silva


Introdução



A origem da filosofia

- PHILO = amizade
- SOPHIA = sabedoria
- “... a sabedoria pertence aos deuses , mas os homens podem desejá-la, tornando-se filósofos’” ( ( Pitágoras – Sc V a.C. )
- ... O filósofo é movido pelo desejo de observar, contemplar, julgar e avaliar pelo desejo de saberA filosofia é grega

- busca de um conhecimento racional, lógico e sistemático da realidade natural e humana;
- busca da origem e causas do mundo e suas transformações;
- busca da origem e causas das ações humanas;
- busca da origem do próprio pensamento


Mito e Filosofia


O que é um Mito?

Narrativa sobre a origem de alguma coisa

Origem dapalavra MITO:
do grego MYTHOS = mytheyo (narrar) + mytheo (designar)


VERDADE= - poeta - enviado dos deuses

- revelação divina

Como o mito narra a origem do mundo e de tudo o que nele existe?
1º) decorrência de relações sexuais
entre forças divinas pessoais
2º) Por rivalidade ou uma aliança entre os
deuses que faz surgir alguma coisa no mundo
3º) Porrecompensas ou castigos que os
deuses dão a quem os desobedece ou a quem os
obedece.

GENEALOGIAS:
Cosmogonias:Gonia(nascimento)+Cosmos(mundo organizado)
e
teogonias: Gonia+ Theos(seres divinos)

“A FILOSOFIA, percebendo as contradições e limitações dos mitos, foi reformulando e racionalizando as narrativas míticas, transformando-as numa outra coisa, numa explicação nova ediferente”. (M. Chauí)

DIFERENÇAS ENTRE FILOSOFIA E MITO
1º) MITO:- fixa a narrativa no passado
FILOSOFIA: se preocupa em explicar como e porque,
no passado, no presente e no futuro
2º) MITO:- narra a origem através de genealogias
e rivalidades ou alianças entre forças
divinas sobrenaturais e personalizadas (Urano, Ponto e Gaia);

FILOSOFIA:- explica a produção natural das coisas
por elementos e causas naturais
e impessoais ( céu, mar e terra).

3º) MITO: - não se importa com contradições,
com o fabuloso e o incompreensível
- autoridade: confiança religiosa no narrador
FILOSOFIA: - não admitecontradições,
fabulação e coisas incompreensíveis;
- exige explicação coerente, lógica e racional;
- autoridade: vem da razão, que é a
mesma em todos os seres humanos, e
não da pessoa do filósofo


O MITO HOJE

• As manifestações míticas hoje são formas de encarnaçõesdos desejos inconscientes humanos
• São criados mitos para responder a esses desejos, os quais a razão não pode preencher adequadamente.

Também, pode-se encontrar manifestações que são herança do passado mítico da humanidade


Exemplos de manifestações míticas:
❑ Aquelas que são inventadas pelos desejos inconscientes que existem em todos . Ex.: a vontade inconsciente de que o bemvença o mal.
❑ Aquelas que são encarnações do nosso desejo de segurança. Ex.: os heróis nas histórias em quadrinhos são gerados pela nossa vontade de proteção ideal e imaginária.
❑ Aquelas personagens que são encarnações de tudo aquilo que gostaríamos de ser. Os meios de comunicação mexem com esse imaginário das pessoas, apresentando artistas e esportistas como sendo fortes, saudáveis, com umaprofissão de sucesso, ricos.
❑ Aquelas que foram herdadas por nós pelos primitivos, como é o caso dos rituais de passagem: festas de formatura, de ano novo, os bailes de 15 anos ( apresentam, em quase tudo, semelhanças com os rituais primitivos de passagem).

Sugestão de leitura:
“Convite à filosofia”- Marilena Chauí - Unidade 1. A Filosofia pgs...
tracking img