Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 43 (10608 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Mito e a necessidade do saber


Milênios antes da era cristã, quando a sobrevivência da humanidade dependia da força física do homem para caçar, para defender dos inimigos os filhos e as mulheres de sua família, tribo ou comunidade, o cotidiano era uma sucessão de aventuras perigosas. Os fenômenos naturais eram também personagens muitas vezes cruéis no dia-a-dia. Tempestades, erupçõesvulcânicas, secas, dilúvios, pareciam aos nossos ancestrais entidades ferozes e vingativos. Na impossibilidade de compreendê-los, os homens atribuíram dons divinos a esses fenômenos. O trovão, por exemplo, era considerado entidade divina em várias culturas primitivas, diferentes e distantes de si. Assim também o vento e o fogo.
Da mesma forma que imaginamos as circunstâncias que levam uma pessoa ater uma explosão de raiva inexplicável, os homens tentavam entender os fenômenos “explosivos” da natureza: “Por que esta tempestade? Alguma coisa desagradou a natureza. Fizemos algo errado ou deixamos de fazer alguma coisa que deveria ter sido feita?
A partir do momento em que a natureza ou cada uma de suas manifestações passaram a ser consideradas entidades e temperamentais, que podiam de umahora para outra irromper em fúria, surgem - primeiro em forma de boatos, depois como expressão da verdade – histórias sobre personalidade e os feitos, as alianças e as inimizades dessas entidades. Estas podiam se chamar, por exemplo, Tor (trovão, na língua das antigas tribos germânicas).
As histórias que envolvem esses fenômenos são transcritas oralmente, de geração para geração, nesse processosão aumentadas, adaptadas, combinadas com outras, reformuladas, de acordo com a pessoa que as conta, com as línguas narradas, com os lugares em que são contadas. A essas histórias damos o nome de mitos, palavra de origem grega que significa “narrativa, história, conversa”. É por essa razão que um mito tem diferentes versões.
Em todos os povos, o mito sempre teve (e ainda te em muitas culturas)um papel importantíssimo, transmitindo o conhecimento de pais para filhos, garantindo a segurança dos indivíduos e a continuidade dos valores sociais, unindo pessoas de um mesmo grupo. Embora não apresentando fundamento científico, isso não significa que seja uma tentativa inferior de explicação da realidade.
Na Grécia antiga, que nos interessa porque ali nasceu a filosofia ocidental, os mitostambém representavam um papel importantíssimo.
Os gregos na Antiguidade tinham um número extraordinário de divindades, a quem atribuíam as mais diversas habilidades. Para os gregos, como para muitas outras culturas, os deuses seriam criadores e controladores de toda a natureza. Além disso, os mitos gregos afirmavam que todas as habilidades e talentos humanos, da poesia à construção de casas;da estratégia militar à sedução amorosa, tinham origens nos deuses, isto é, seriam habilidades divinas que teriam sido transmitidas aos homens, conforme se narra em diferentes mitos.
Mas os deuses, para os gregos, também tinham características muitos especiais: eram antropomórficos, isto é, semelhantes aos seres humanos. Embora imortais e dotados de grandes poderes, em todas as outrascaracterísticas eram iguais aos homens. Nasciam, apaixonavam-se, tinham relações sexuais, cultivavam amizades, ódio, sentiam alegria, fúria, faziam intrigas, alianças entre si, e assim por diante. Também se relacionavam com seres humanos. Prometeu, por exemplo, teria ensinado a humanidade a usar o fogo, isso levou a consequências terríveis, como narra o mito de Pandora. Zeus teve um filho com uma mortal,Hércules.
Na Grécia antiga, em suma, é importante ressaltar essa “familiaridade” das pessoas com os deuses. Os mitos formavam um sistema complexo, que explicava praticamente todos os elementos de sua cultura. Eles estavam organizados num conjunto coerente, lógico; em termos amplos, era uma maneira de ver o mundo, de explicá-lo e compreendê-lo.

A origem da Filosofia

Estudiosos e...
tracking img