Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1873 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
2. Justificativa
Houve um tempo em que o conhecimento era tido como um bem passível de simples acumulação, um conteúdo que iria preenchendo um reservatório vazio que o indivíduo possuía inicialmente. Atualmente tal concepção é cada vez mais descartada e, embora ainda utilizemos termos como “apropriação do saber” ou “aquisição do conhecimento”, sugerindo a idéia de que conhecimento é algo aser adquirido, caminha-se para uma convergência acerca do termo “construção”, entendendo-se conhecimento como algo que se constrói.

Na construção do conhecimento, as abstrações não constituem o início ou o fim do processo, mas são mediações indispensáveis, responsáveis pela organização de relações crescentemente significativas, que acabam por caracterizar a realidade concreta como umateia mais complexa, onde as significações são cada vez mais abrangentes.
Matemática é uma ciência dinâmica sempre aberta à incorporação de novos conhecimentos e, este quando significativo para o aluno contribui para o desenvolvimento do senso crítico, na medida que proporciona as condições necessárias para uma análise mais apurada das informações da realidade que o cerca.
ParaLORENZATO & FIORENTINI (2001), “Educação Matemática é uma área que engloba inúmeros saberes, na qual, apenas o conhecimento da Matemática e a experiência do Magistério não garantem competências a qualquer profissional que nela trabalhe”.
A Matemática pode ser encarada sob dois aspectos diferentes. Pode-se concebê-la como vem exposta nos livros didáticos, algo pronto e acabado em que os capítulosse encadeiam de forma linear, seqüencial, sem contradições. Outro aspecto é acompanhá-la no seu desenvolvimento sempre progressivo e assistir a maneira como foi sendo elaborada, onde descobrem-se hesitações, dúvidas, contradições, que só um longo trabalho de reflexão e apuramento consegue eliminar, para que logo surjam outras hesitações, outras dúvidas, outras contradições.
A EducaçãoMatemática, assim, “implica olhar a própria Matemática do ponto de vista do seu fazer e do seu pensar, da sua construção histórica e implica, também, olhar o ensinar e o aprender Matemática, buscando compreendê-las” (Medeiros, 1987, p. 27).
Portanto, é necessário que o processo de ensino e aprendizagem em Matemática contribua para que o estudante tenha condições de constatar regularidadesMatemáticas, generalizações e apropriação de linguagem adequada para descrever e interpretar fenômenos ligados à Matemática e a outras áreas do conhecimento. Assim, a partir do conhecimento Matemático seja possível o estudante criticar questões sociais, políticas, econômicas e históricas.
A cidadania deve ser compreendida como participação social e política, assim como exercício de direitos edeveres políticos, civis e sociais, adotando, no dia-a-dia, atitudes de solidariedade, cooperação, respeitando o outro e exigindo para si o mesmo respeito, conforme a Lei nº 10.639/03, no que diz respeito ao ensino da História e cultura Afro-Brasileira e Africana.
É essencial desenvolver nos educandos a capacidade de analisar, comparar, conceituar, representar, abstrair e generalizar,sempre embasado em situações que envolvam nossa cultura e nossa miscigenação.
A matemática também deve possibilitar a integração na sociedade, sabendo utilizar corretamente a linguagem matemática, associando-a com a linguagem usual, a fim de possibilitar sua integração na sociedade em que vive. E como objetivo primordial devemos construir uma imagem da matemática como algo agradável eprazeroso, desmistificando o mito da “genialidade”












1. Conteúdos
Os conteúdos estruturantes e seus desdobramentos são fundamentais para a compreensão do processo do ensino e da aprendizagem em matemática:
* Números, Operações e Álgebra;
* Grandezas e Medidas;
* Geometria;
* Funções;
* Tratamento da Informação.
Tais...
tracking img