Filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5174 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

ANTÔNIO GRAMSCI (1891 – 1937), GRANDE PENSADOR ITALIANO, FOI COLOCADO NO CÁRCERE EM 1926, CONDENADO A 20 ANOS DE PRISÃO. DEVIDO À PRECARIEDADE DE SUA SAÚDE, NÃO CHEGOU A CUMPRIR SUA PENA TOTALMENTE. EM AGOSTO DE 1935, DOIS ANOS ANTES DE SEU FALECIMENTO, FOI TRANSFERIDO DA PRISÃO PARA UM HOSPITAL EM ROMA, FALECENDO EM 27 DE ABRIL DE 1937.
Gramsci ainda influencia sobremaneira os partidos de esquerda, que buscam no seu pensamento, a consciência da necessidade de reinventar seus conceitos, suas categorias e modos de agir.
Antonio Gramsci além da condição de prisioneiro do fascismo presenciou fatos que sinalizavam o colapso da experiência do “comunismo histórico” e a generalização do capitalismo com pretensões de força natural. Testemunhou como o capitalismoreagia e se organizava tanto no âmbito do “conservadorismo revolucionário” quanto na nova relação hegemônica que se formava entre o americanismo e o fordismo, que levava adiante e radicalizava a racionalização do trabalho, da economia e da sociedade.
Gramsci pode ser identificado ainda hoje, sobretudo no tratamento inovador do vínculo entre o socialismo e a democracia e no modo como elefoi assimilado pelo pensamento social brasileiro.
Gramsci tratou de abordar conceitos sobre ideologia, dialética, hegemonia. Filosofia da práxis, conceitos sobre marxismo tradicional, noções de totalidade, contradição e historicidade.
Gramsci baseia-se em Karl Marx para formular um novo conceito socialismo “o fim da alienação, da heteronomia dos homens diante de suas próprias criaçõescoletivas”. Buscou, também, em Rousseau seu pensamento sobre “vontade coletiva”, apoiando-se nos conceitos do Contrato Social. E ainda, em Hegel o conceito sobre “sociedade civil” e a noção de “Estado ético”, com o qual identifica sua concepção de “sociedade regulada” ou comunista.



1. BIOGRAFIA

Antonio Gramsci, que era o quarto dos sete filhos de Francesco Gramsci e GiuseppinaMarcias, nasceu em janeiro de 1891, em Ales, província de Cagliari, na Ilha de Sardenha, região reconhecidamente pobre e atrasada da Itália.
Durante cinco anos, a partir de 1897, seu pai esteve preso, sendo esses anos de muito sofrimento para toda a família. No decorrer desse tempo, Giuseppina e seus filhos se mudaram para Ghilarza, onde Antonio Gramsci freqüentou a escola primária e após suaconclusão, aos 11 anos de idade, se viu obrigado a abandonar os estudos para ajudar financeiramente no sustento da família. Contudo, depois de dois anos, contando com a ajuda da mãe e das irmãs Gramsci voltou a estudar.
Em outra fase de estudos, passou a viver em Turin, com seu irmão mais velho, Genaro Gramsci, o qual participava assiduamente do Partido Socialista Italiano e através do qualsofreu intensa influência no desenvolvimento do seu modo de pensar. A partir desse momento começaram suas leituras de Marx e sua participação em grupos socialistas de estudo para analisar a situação econômica e social da Sardenha. Foi a primeira vez que Gramsci entrou em contato com a classe operária e com os setores radicais socialistas.
Em 1910, numa redação escolar sobre o tema“Oprimidos e Opressores”, o jovem Gramsci demonstra traços de seu primeiro aprendizado socialista. Amadurece nele, uma profunda revolta contra as desigualdades sociais e um intenso sentimento regionalista.
No ano de 1911, concorreu e assegurou uma pequena bolsa de estudos para estudantes pobres na Universidade de Turim. Nesta, Antonio Gramsci cursou primeiramente a Faculdade de Letras, e apesar da suadieta inadequada, de quartos sem aquecimento, de suas tensões nervosas, de problemas financeiros, freqüentou vários outros cursos, principalmente na área de humanas, como Direito e Filosofia, não chegando, no entanto, à conclusão de quaisquer destes.
Em 1915 abandonou a Universidade, mas não deixou de lado a política, principalmente na área do socialismo. Neste ano, sem levar em conta...
tracking img