Filosofia e história

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2538 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HISTÓRIA E FILOSOFIA DA RELIGIÃO
INTRODUÇÃO A UMA FILOSOFIA DA RELIGIÃO

A filosofia da religião tenta esclarecer a possibilidade e a essência formal da religião na existência
humana. Em outras palavras, estuda a consciência do homem e de sua autocompreensão a partir do
absoluto enquanto atingível pela inteligência.
O ato filosófico não fundamenta a existência humana, mas tentaesclarecê-la, assim também a filosofia
da religião não fundamenta, nem inventa a religião, mas tenta esclarecê-la, servindo-se das exigências
propriamente filosóficas. Tematiza, pois, a relação do homem com o santo ou numinoso no horizonte da
autocompreensão humana.

1.1. Iluminismo e religião

A religião não é fenômeno situado fora do tempo. Não esclarece problemas eternos, mas os que se
colocam emdeterminadas circunstâncias. Hoje nos defrontamos com problemas radicados o iluminismo
ou derivados. Com Hegel, podemos caracterizar toda história a maneira de processo progressivo da
tomada de posse pelo homem de sua liberdade. Essa história da liberdade entrou em nova fase no
começo da era moderna, quando a liberdade e o pensamento se tornaram conscientes e críticos acerca de
si mesmos. Comose sabe, Kant descreveu o iluminismo como “a saída do homem da sua minoridade
culpada. A minoridade é a incapacidade de servir-se do próprio entendimento sem a direção de
outrem...Sapere aude! Tem a coragem de servir-te do teu próprio entendimento”! Tal é o lema do
iluminismo!” (Crítica da razão pura).
O iluminismo ainda não está ultrapassado. Surge como um processo que perpassa toda históriaespiritual do Ocidente. Representa, antes de tudo, um processo de emancipação.O homem liberta-se da
tutela da autoridade e da tradição. Quer ver, julgar e decidir por si mesmo. O homem torna-se ponto de
referência da realidade, transformando-se em medida do homem e do mundo, o qual é pensado a partir
do homem e projetado para o homem.
A virada antropológica moderna modificou, fundamentalmente,toda nossa realidade sociocultural. No
campo político levou ao reconhecimento da liberdade e da igualdade de todos os homens, a declaração
dos direitos universais do homem e a revolução francesa. Como movimento de democratização,
substituindo a ordem social hierárquica e patriarcal pela ordem associativa de membros iguais e livres,
provocou profunda crise de autoridade. No campo deconhecimento, as modernas ciências
experimentais transformaram totalmente nossa visão de mundo e conduziram ao comportamento
racional perante a realidade. Permanece e prevalece o que resiste à crítica racional. A ciência e a técnica
dão ao homem pelo menos um suposto senhorio sobre as coisas para sua manipulação e o planejamento
racional. O resultado é o mundo hominizado e secularizado, despido dosvestígios de Deus. O

iluminismo também repercutiu sobre a religião, de modo especial sobre o cristianismo. Sua imagem do
homem e do mundo estava por demais vinculada a uma época definitivametente ultrapassada. Com isso
a fé tornou-se objeto de suspeita como ideologia de ordem ultrapassada e como força reacionária. No
ocidente, o problema da religião adquiriu novas conotações a partir do séculoXVIII. Talvez se pudesse
caracterizar essa nova situação como ruptura entre o mundo judaico-cristão e o mundo profano, com a
emancipação da razão crítica, que visa ao discernimento da verdade da religião. Os pressupostos, no
oriente são outros. Depois do iluminismo, no ocidente, também os pressupostos da Idade Média e da
Antiguidade perderam sua evidência. Nos tempos modernos a subjetividade ea razão crítica, no
processo de emancipação iluminista, sentiram a necessidade do conhecimento. No ocidente, já nos
séculos 17 e 18, inicia um movimento de emancipação quando os teólogos aplicam o método históricocrítico das ciências profanas à leitura e interpretação da Bíblia. Tornou-se claro o abismo cavado entre
as concepções míticas da Bíblia e as concepções próprias da época. O...
tracking img