Filosofia, segundo martin heidegger.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5103 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A TAREFA DE UMA INTRODUCAO A ¸˜ ` FILOSOFIA, SEGUNDO MARTIN HEIDEGGER.

Lavras - MG 2011

Bruna Fontes Ferreira, Isabella Shiraiwa Cruz, Joao Vitor Squillace Teixeira, Luan Andrade Pereira, Pedro Augusto, Pedro Victor, Talyta Dos Santos Capitan, Thiago Alexandre.

Trabalho em grupo como avalia¸ao parcial da discic˜ plina de INTRODUCAO A FILOSOFIA do curso de ¸˜ ` Ciˆncia da Computa¸ao doDepartamento de Ciˆne c˜ e cia da Computa¸ao(DCC) da Universidade Federal c˜ de Lavras(UFLA).

PROFESSOR: Dr. LEONARDO MEES (DCH/UFLA)

Lavras - MG 2011

´ SUMARIO

1 Introdu¸˜o ca 2 Considera¸oes preliminares c˜ 2.1 Biografia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2.2 Obras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3Familiariza¸˜o com o texto ca 3.1 Gloss´rio introdut´rio . . . . . . . . . . . . a o 3.2 Qual o esquema do texto? . . . . . . . . . . 3.3 Identifica¸˜o das palavras-chave do texto . . ca 3.4 Frases sublinhadas e conceitos importantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

1 2 2 3 5 5 6 7 7

4 Adinˆmica de sentido do texto: o que o autor diz? a 9 4.1 Ser homem j´ significa filosofar . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9 a 4.2 Introduzir-se significa pˆr a filosofia em curso . . . . . . . . . . . . . . . . 10 o 4.3 A pr´-compreens˜o da filosofia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11 e a 5 Posicionamento cr´ ıtico 12 5.1 Segundo o entendimento do grupo, este texto apresenta oproblema da “introdu¸˜o ` filosofia”? Por que? . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 12 ca a 6 Conclus˜o a 7 Referˆncias bibliogr´ficas e a 14 15

P´gina ii a

CAP´ ITULO

1
INTRODUCAO ¸˜

O trabalho, baseado no texto de Martin Heidegger, tem como objetivo apresentar o a ˆmbito filos´fico e a introdu¸˜o ` filosofia. Para o autor, ´ necess´rio saber previamente o ca a e a o que ´ a filosofia,uma vez que filosofamos mesmo sem a conhecer. Segundo Martin e Heidegger, existe uma dificuldade ao tentarmos definir a filosofia: encontramos divero sas perspectivas e s´ conseguimos conceitu´-la atrav´s de sua pr´pria historiografia. O o a e conhecimento pr´vio da filosofia est´ intr´ e a ınseco em n´s mesmos, no homem, no nosso seno co tido de “ser”. Tamb´m trataremos a seguir algumas informa¸˜essobre a vida e as obras e de Martin Heidegger, palavras-chaves, frases e conceitos, bem como a pr´-compreens˜o e a da filosofia a partir dos poderes que determinam nossa existˆncia. A pr´-compreens˜o e e a ca da filosofia ´ de extrema importˆncia para entendermos a sua defini¸˜o. e a

P´gina 1 a

CAP´ ITULO

2
CONSIDERACOES PRELIMINARES ¸˜

2.1

Biografia

Nascido em 26 de setembro de 1889 napequena cidade de Messkirch (Sul da Alemanha), Heidegger era o mais velho dos trˆs filhos de Friedrich Heidegger (1851-1924) e e Johanna Kempf Heidegger (1858 – 1924). Seu pai era um sacrist˜o cat´lico, respona o s´vel por alguns servi¸os no templo onde trabalhava, algumas de suas fun¸˜es era tocar a c co e os sinos, cuidar das vestes e tamb´m cavar as sepulturas do templo, Friedrich tamb´m etrabalhava na constru¸˜o de barris. Sua m˜e, Johanna, era decoradora de uma igreja na ca a cidade. c No ano de 1903, Heidegger come¸a seus estudos na cidade de Constan¸a (Alemanha) c onde ficou at´ 1906, continuando seus estudos posteriormente na cidade de Friburgo at´ e e e 1909. Considerado um excelente aluno de grego, latim e francˆs, Heidegger demonstrou um interesse pela leitura de Brentano e dosfil´sofos gregos. o Em 1909 ingressa na Universidade de Friburgo no curso de Teologia, e em paralelo a isso Heidegger come¸a seus estudos sobre Arist´teles. A entrada na universidade marca c o o inicio das leituras de Husserl ,sob influencia de Heinrich Rickert (filosofo), Heidegger estuda as obras de Hegel, Schelling, Kierkegaard e Nietzsche, Kant, Dostoievsky, Rilke, Trakl e come¸a a redigir seus...
tracking img