Filosofia hobbes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (831 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Pontifícia Universidade Católica, PUC-SP
Professora: Dalva Aparecida Garcia
Nome: Daniela Alves Leme e LeandroBadi
Turma: Ma2
Sala: 208
Hobbes de frente com a realidade atualNa concepção hobbesiana, o Estado, encontra-se baseado na idéia de soberania, vista esta como poder absoluto, acima do qual não se é possível haver qualquer outro.Hobbes identifica ainda no ente estatal a representação da vontade geral a ele subordinados, em nome da qual se justifica seus atos. Por fim, define o Estado como elemento regulador da vida econômica eda convivência social. 

Entretanto, transportando a filosofia política de Hobbes para os conflitos humanos atuais, nos desperta a idéia de que a solução ou “modelo” pacificador apontado eimposto pelo Estado como a principal razão não inspira no homem, de modo natural, a noção de poder ser reprimido, na medida em que as enormes diferenças sociais e econômicas podem ser percebidas nocontexto social, sobretudo nos países de terceiro mundo, desmentem a concepção de um poder hegemônico e “protetor” dos indivíduos.

Conclui-se, portanto, a idéia de que as decisões tomadaspelo poder soberano seriam impassíveis de contestação, contendo em si mesmas a garantia da aplicação de uma sanção e da realização de justiça.

A disputa pela honra e pela reputação,inerente ao homem em sociedade, tema, recorrente na filosofia hobbesiana, tende a criar inúmeras diferenças de níveis de poder entre os ocupantes das diversas camadas sociais, problema este que atualmentese vê agravado, sobretudo nos contextos políticos onde se verificam altos índices de injustiças e desigualdades sociais e econômicas.

A lógica mais evidente aponta para o fato de que a...
tracking img