Filosofia do direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1515 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O período Pré-Socrático também pode ser chamado de Cosmológico. A palavra “Cosmológico” ou “Cosmologia” é composta por duas outras palavras  de origem grega, “Cosmo” e “logos”. A primeira significa “organização”, “sistema”, ou “conjunto de tudo o que existe”; em outras palavras, significa “Universo”. Por sua vez, “Logos” é usado para designar “palavra” ou, mais propriamente, “ação” ou “estudosistematizado”. Podemos concluir disso que “Cosmologia”  significa, de maneira aproximada, “estudo do universo”, “estudo de tudo o que existe” ou “estudo da ação”, “estudo da dinâmica da organização”.
No período cosmológico, os filósofos estavam preocupados em desvendar o  mistério da composição da matéria e de sua menor parte, conhecida pelo nome de átomo, que, em grego, quer dizer “aquilo que nãopode ser dividido”. Nesses  tempos remotos, a única ferramenta de que dispunham para esta investigação  era a especulação filosófica; eles não dispunham de microscópios ou de qual quer outros equipamentos de medição atualmente disponíveis nos laboratórios  de física. De fato, o único recurso de que dispunham era a Razão.       
Muitos deles chegaram à conclusão de que toda a matéria era feitade pequenas partes que não poderiam ser divididas de modo que, conhecendo e  compreendendo a dinâmica destes pequenos elementos, então se poderia criar  uma teoria que fosse capaz de explicar tudo que fosse feito deste elemento. Assim, para se explicar o universo, bastaria conhecer aquilo que seria o seu  componente mais primordial, o átomo.  Disto que mencionamos podemos já tirar algumasconclusões rápidas para  compreendermos melhor como funcionava o pensamento dos filósofos pré-socráticos: de início, sabemos que eles optaram por explicações racionais e sistematizadas sobre a natureza; assim, negavam explicações do tipo supersticiosa e  acreditavam que precisavam organizar suas idéias de maneira a deixá-las claras para quem fosse fazer uso delas.     
 Ainda assim fica muito difícilsabermos quão racionais e claras eram estas  idéias na medida em que não sobrou muita coisa escrita a respeito, tudo o que sabemos sobre eles deriva de pequenos fragmentos de textos comentados por  filósofos que viveram em um período posterior da história, como foi, por exemplo, o caso do próprio Sócrates, que gostava muito de comentar alguns dos  filósofos pré-socráticos.     
Os Pré-Socráticosforam  os primeiros Filósofos gregos que viveram entre os séculos VII a V a.C. Habitaram a cidade de Atenas antes dos sofistas e nomeadamente antes de Sócrates.  Há semelhança de Sócrates conhecem-se apenas notícias e fragmentos das suas obras, que só chegaram até nós porque foram citados ou copiados em obras de Filósofos posteriores. Esta página retrata, duma forma geral, os Filósofos pré-Socráticos  eas ideias que defendiam.
Os primeiros filósofos gregos dedicaram-se ao problema de determinar qual era o princípio material de que era constituída a natureza ordem. Foram chamados de naturalistas, pois procuravam responder a questões do tipo: O que é a natureza ou qual o  fundamento último das coisas?
      Foram considerados como pessoas desprendidas das preocupações materiais do dia a dia e que se dedicavam apaixonadamente à contemplação da natureza. Tinham então como principal objectivo viverem para contemplarem a natureza. Foram simultaneamente poetas e profetas, quer se trate de Anaximandro, de Parménides, de Heraclito ou de Empédocles. Para estes Filósofos a aparência era manifestação do ser, que o aparecer era o desabrochar em plena luz do ser que se mostrava, e era por isso queser e aparecer estavam tão intimamente ligados, pois o aparecer nunca tinha cortado a sua ligação com o ser. Se estes Filósofos tinham então como preocupação fundamental a natureza, Sócrates por seu lado interessava-se mais pelos problemas do ser humano e da sociedade, pois considerava que explicar a origem e a verdade das coisas através de objectos materiais era absurdo. Sócrates passou uma...
tracking img