Filme SICKO

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (327 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
Tarefa Filme SICKO

O documentário “SICKO” apresenta a dura realidade do sistema se saúde estadunidense em comparação com outros países, Canadá, Reino Unido, França, e a tão temida Cuba,que possuem sistema de saúde público - e se não totalmente, quase inteiramente gratuito – para toda a população (não é caridade, como foi deixado claro no filme, pois a população paga impostose usufrui dele). Os EUA não têm um sistema público de saúde como um SUS, mas sim planos de saúde pagos que geram lucro para o governo. Esses planos são caros, excludentes e em caso denecessidade podem negar o tratamento e deixar, deliberadamente, alguém morrer.
Já nos outros países apresentados o sistema é público, de qualidade e todos podem usá-lo quando for necessário, umpouco semelhante ao nosso SUS e ao APS (como mostrado na Inglaterra). É costume reclamar do nosso SUS e de nossos planos de saúde, mas depois do documentário ficou bem claro que minha vida é,de certa forma, amparada pelo Estado por meio do nosso sistema público de saúde. Não vou discorrer elogios ao SUS, pois ele é precário e ,sim, muitas pessoas esperam anos por procedimentossimples ou mesmo morrem em filas, mas ainda é muitíssimo melhor do que sistema nenhum ou do que pagar caro por um plano de saúde e só receber negativas. Confesso que o documentário me emocionoumuito e ao mesmo tempo revoltou, pois como um país que se intitula democrático e altamente desenvolvido deixa sua população, as pessoas que trabalham para essa riqueza, desamparadas e à mercê deplanos de saúde tão mesquinhos? Como foi apontado durante o filme, democracia é poder escolher e se as pessoas não podem escolher sobre suas vidas - pois “escolher” entre pagar e viver e nãopagar e morrer não é, verdadeiramente, uma escolha - então isso não é uma democracia e o que eles devem temer não é a possibilidade de um socialismo pela medicina social, mas sim uma ditadura....
tracking img