Filho sonhado x filho ideal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4443 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
LYÉGIE LYS RODRIGUES BARANCELLI











FILHO SONHADO X FILHO REAL





















Mafra
2012


1.0 O filho Ideal

A maternidade é muito mais que um evento biológico, é um ciclo de extrema importância na vida da mulher, cuja mesma pode vir a atingir novos níveis de integração e desenvolvimento da personalidade, onde ocorrem profundasalterações psíquicas e biológicas.
A gravidez provoca na mãe uma regressão natural e uma identificação acentuada com o filho, fazendo-se necessária esta identificação para motivar a mãe a suportar as dores e incômodos desta fase. Neste período o pensamento mágico aparece com muita freqüência.
A família projeta no novo membro todos os seus sonhos, ideais, faltas e vivências anteriores, a mãe emespecial realiza uma identificação ainda maior com o seu bebê, fazendo com que este faça parte do seu próprio corpo, ou seja, construindo a imagem do seu filho a partir de si mesma.
Alguns autores relatam que o nascimento de um filho ocupa o lugar entre os sonhos perdidos da mãe, bem como a recompensa ou repetição de sua própria infância, onde o filho sonhado já nasce com a missão de fazerdiferente o que na história real da mãe foi julgado deficiente ou de prolongar aquilo que ela teve de renunciar.
O nascimento de uma criança é sonhado muito antes de sua concepção, as meninas brincam de boneca já projetando características como se aquele brinquedo fosse realmente seu filho, muitos casais de namorados passam horas e mais horas imaginando como será quando casarem e tiveremfilhos, se este vai ter olhos azuis como seus bisavós, se vai ser inteligente como a mãe ou se vai ser médico como pai. E quando se tornam marido e mulher à criança passa a ser “sonhada” pelo casal; sonho que já define qual será o seu lugar na atmosfera emocional da família. Processo o qual faz parte do ser humano, todos nascem com um expectativa criada pelo pais, até mesmo a gravidez que ocorre semplanejamento, a partir da hora que a mãe aceita a gestação começa-se todo o processo de expectativa.
Em torno da emoção de um novo integrante estar chegando à família, monta-se um quartinho cor-de-rosa cheio de bichinho coloridos, ou compra-se a roupa para sair da maternidade com o emblema do time do pai, com a intenção que mais tarde o primogênito torne-se um jogador de futebol famoso ouno mínimo mais um fanático pelo time. Se espera por nove meses que se torna quase nove anos diante da ansiedade de conhecer olhos, formato de boca, cor de cabelo, etc.  Por mais que os parentes digam que todos os bebês têm cara de joelho, este é diferente, é lindo, inteligente, precoce, será educado, alegre, ágil e fará tudo o que os pais não fizeram.
Este é o filho ideal, que certamenteandará aos nove meses, falará aos doze, aprenderá a ler aos três anos e sem dúvida será campeão no esporte que escolher. Nunca se vê pais esperando um filho vesgo, que terá problemas com álcool e drogas, manco, mal humorado, deficiente ou com problemas afetivos. Só se engravida do filho ideal.
Na trama mãe-filho o aparecimento da figura paterna é de extrema importância, pois este éresponsável pela interdição da relação fantasmagórica mãe e filho. Com a presença do pai o universo do filho será então uma constelação, na qual o pai e mãe tem um lugar único e diferenciado, fazendo com que o filho tenha seu próprio espaço, propiciando condições fundamentais para sua individualização.









2.0 O Nascimento de Um Bebê Com Deficiência


O nascimento de um bebê despertanos pais grandes trocas emocionais, fantasias, expectativas, sonhos. Quando um bebê nasce com algum tipo de deficiência, os pais apresentam imediatamente uma dificuldade de se identificarem com seu bebê, que antes estava idealizado em uma fantasia em forma de uma criança perfeita.
Considera-se também que este bebê carrega uma continuidade dos pais, refletindo em seu futuro, desejos,...
tracking img