Figuras de linguagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1249 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FIGURAS DE LINGUAGEM

Com a intenção de tornar a linguagem mais expressiva, muitas vezes usamos as palavras num sentido diferente do usual, ou então construímos uma frase de forma especial, procurando conseguir determinado efeito.
Observe os seguintes exemplos:
a) “Ele foi um leão durante o jogo.”
Nesse caso, a palavra “leão” está sendo usada fora de seu sentido comum, significando “umatleta que se esforçou bastante”.

A essas construções peculiares damos o nome de figuras de linguagem, que costumam ser divididas em figuras de sintaxe, de palavras e de pensamento, conforme o nível em que atuam.

FIGURAS DE SINTAXE (ou de construção frasal)

1. Elipse

Consiste na omissão de um termo que, no entanto, pode ser facilmente identificado.
Ex: Sobre a mesa, garrafas vazias(elipse do verbo haver)

2. Zeugma

É um tipo de elipse que consiste na omissão de um ou mais termos anteriormente enunciados.
Ex: O dia estava frio; o vento, cortante. (omitiu-se a forma verbal “estava”)

3. Silepse

Ocorre a silepse quando a concordância (de gênero, número ou pessoa) é feita com termos ou idéias subientendidos na frase e não claramente expressos.
Ex: Vossa Excelênciaparece extremamente cansado. (silepse de gênero)
O adjetivo “cansado” concordou não com o pronome e tratamento, de forma feminina, mas com a pessoa a quem se referia.

4. Pleonasmo

Ocorre o pleonasmo quando, para reforçar uma idéia, utilizamos palavras redundantes.
Ex: Ele vive uma vida bem difícil.

5. Polissíndeto

Consiste na repetição enfática do conectivo( geralmente, o e).
Ex:A pobre chorava, e gritava, e lamentava, e se desesperava...

6. Assíndeto

Ocorre o assíndeto quando certas orações ou palavras, que poderiam vir ligadas pelo conectivo, aparecem apenas justapostas.
Ex: Vim, vi, venci.

7. Inversão

Consiste na alteração da ordem normal dos elementos da frase. O processo da inversão costuma ser subdividido em:
a) hipérbato — ocorre o hipérbato quando,por meio da intercalação, alteramos a posição de alguns termos da frase para realçá-los.
Ex: Esqueça dos homens o desprezo e siga em frente.

8. Anacoluto

O anacoluto (ou frase quebrada) ocorre quando a um elemento (palavra ou expressão), apresentado no início, segue-se uma oração em que esse elemento não se integra. O tipo de anacoluto mais comum é aquele em que o elemento parece que vaiser sujeito da oração, mas acaba sem função sintática. Essa figura é usada geralmente para pôr em, relevo a idéia que consideramos mais importante, destacando-a do resto.
Ex: “Eu, que era branca e linda, eis-me medonha e escura.” (M. Bandeira) Observe que serve o pronome “eu”, enunciado no início, não se liga sintaticamente à oração “eis-me medonha e escura”.

9. Anáfora

Ocorre a Anáforaquando se repete uma palavra ou segmento do texto com o objetivo de enfatizar uma idéia. É uma figura de contrução muito usada em poesia. Ex.:
Ex.: “Tua beleza incendiará os navios do mar.
Tua beleza incendiará as florestas.
Tua beleza tem um gosto de morte.
Tua beleza tem uma tristeza de aurora.
Tua beleza é uma beleza de escrava.”(Augusto F. Schimidt)10. Aliteração

É uma construção em que se repetem fonemas consonantais idênticos ou semelhantes, com a intenção de se obter maior expressividade. Observe estes versos do poeta Cruz e Sousa, em que a idéia de vozes e musicalidade é reforçada pela própria escolha das palavras usadas:
“Vozes veladas , veludosas vozes,
volúpias de violões, vozes veladas,
vagam nos velhos vórtices velozesdos ventos, vivas, vãs, vulcanizadas.”

Observação:

Quando uma palavra usada tem o objetivo de reproduzir um som natural, temos então a onomatopéia.
Ex.: “E era tudo silêncio na saleta de costura: não se ouvia mais do que o plic-plic-plic-plic da agulha no pano.”(M. de Assis)

FIGURAS DE PALAVRAS (OU TROPOS)

1. Metáfora
Consiste em associar a uma palavra característicar de...
tracking img