Fichas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3733 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHAS

Para o pesquisador, a ficha é um instrumento de trabalho imprescindível. Como o investigador manipula o material bibliográfico, que em sua maior parte não lhe pertence, as fichas permitem:
a) identificar as obras;
b) conhecer seu conteúdo;
c) fazer citações;
d) analisar o material;
e) elaborar críticas.

É desejável que se dê uma atenção ao aspecto físico das fichas, uma vez quetodo trabalho científico requer a utilização de um grande número delas e sua utilização pode estender-se por muitos anos. O ideal é a padronização das fichas em um único tamanho, dependendo das características individuais e do tamanho da letra.
• Tipo grande 12,5cm X 20,5cm
• Tipo médio 10,5cm X 15,5cm
• Tipo pequeno 7,5cm X 12,5cm

Precisando utilizar o reverso da ficha,para continuar as anotações, será mais fácil fazer coincidir a última linha do anverso com a primeira linha do reverso, de forma que a ficha possa ser girada sobre si mesma. Quando há necessidade de se utilizar mais de uma ficha para determinado assunto, é imprescindível que se repita o cabeçalho com a indicação, em letras maiúsculas, da seqüência .

A estrutura das fichas, de qualquer tipo,compreende três partes principais: cabeçalho, referência e corpo ou texto. São partes secundárias (optativas): indicação da obra (quem deve lê-la) e o local em que ela pode ser encontrada (biblioteca).

1. CABEÇALHO:
O cabeçalho ocupa as duas primeiras linhas da ficha, e compreende:

Na primeira linha:
a. título genérico remoto – que corresponde ao título da obra;
Na segunda linha:
b. títulogenérico próximo – corresponde à seção primária da obra;
c. título específico – corresponde à seção secundária e terciária da obra;
d. número de classificação da ficha,
e. letra indicativa da seqüência (quando se utiliza mais de uma ficha para o mesmo assunto).

Ex:
a.
b. c. d. e.

Para se ter o título específico e o número de classificação da ficha é necessário que se faça, ao início de cadaestudo, um planejamento do assunto que se irá pesquisar, com a respectiva divisão dos tópicos.

Exemplo A: (sumário do livro “Ocupações marginais do nordeste paulista”)
OCUPAÇÕES MARGINAIS DO NORDESTE PAULISTA - (título da obra)

1. INTRODUÇÃO

2. OCUPAÇÕES MARGINAIS
2.1 CONCEITO DE OCUPAÇÕES MARGINAIS
2.2 CARACTERÍSTICAS DAS OCUPAÇÕES MARGINAIS
2.2.1 CARACTERÍSTICASECONÔMICAS
2.2.2. CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS

3. OCUPAÇÕES MARGINAIS E MOBILIDADE SOCIAL
3.1 DESIGUALDADE SOCIAL
3.2 MOBILIDADE SOCIAL
3.2.1 MODELOS EXPLICATIVOS DA MOBILIDADE SOCIAL
3.2.2 A METODOLOGIA DA MOBILIDADE
3.2.3 MOBILIDADE E DISTÂNCIA SOCIAL

4. OCUPAÇÕES MARGINAIS NA ÁREA URBANA
4.1 SETOR ARTESANAL
4.2 SETOR DE COMÉRCIO4.3 SETOR DE SERVIÇOS

5. OCUPAÇÕES MARGINAIS NA ÁREA RURAL
5.1 SETOR DA AGRICULTURA
5.2 SETOR DA PECUÁRIA
5.3 SETOR DA MINERAÇÃO

CONCLUSÃO

Com o auxílio do plano podem-se compor os cabeçalhos, como se segue:
A.1)
OCUPAÇÕES MARGINAIS DO NORDESTE PAULISTA
INTRODUÇÃO 1

A.2)
OCUPAÇÕES MARGINAIS DO NORDESTE PAULISTA
OCUPAÇÕES MARGINAIS CONCEITO DE... 2.1

A.3)OCUPAÇÕES MARGINAIS DO NORDESTE PAULISTA
OCUPAÇÕES MARGINAIS CARACTERÍSTICAS DAS... 2.2

A.4)
OCUPAÇÕES MARGINAIS DO NORDESTE PAULISTA
CARACTERÍSTICAS DAS... CARACTERÍSTICAS ECONÔMICAS 2.2.1

A.5)
OCUPAÇÕES MARGINAIS DO NORDESTE PAULISTA
CARACTERÍSTICAS DAS... CARACTERÍSTICAS SÓCIO-CULTURAIS 2.2.2 A

A.6)
OCUPAÇÕES MARGINAIS DO NORDESTE PAULISTA
CARACTERÍSTICAS DAS... CARACTERÍSTICASSÓCIO-CULTURAIS 2.2.2 B

Explicações:
No exemplo A.1) Ocupações Marginais do Nordeste Paulista, como tema geral, é o título genérico remoto que permanece constante em todas as fichas; Introdução é o título genérico próximo; não há título específico, pois esta parte não se subdivide; finalmente, o algarismo 1 é o número de classificação da ficha.

Os exemplos A.2) e A.3) apresentam, como...
tracking img