Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 37 (9239 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHAMENTO DA OBRA:
NADER, Paulo. Introdução ao estudo do direito/ Paulo Nader – Rio de Janeiro: Forense, 1998.

João Borges da Cruz

INDAIAL
2010/1


FICHAMENTO DA OBRA:

NADER, Paulo. Introdução ao estudo do direito/ Paulo Nader – Rio de Janeiro: Forense, 1998.


Professor: ROGÉRIO CRISTOFOLINIIndaial
2010/1
CENTRO UNIVERSITÁRIO LEONARDO DA VINCI – UNIASSELVI

CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO

DISCIPLINA: TEORIA GERAL DO DIREITO

PROFESSOR: ROGÉRIO CRISTOFOLINI

FICHA DESTAQUE/REFERENTE DE OBRA CIENTÍFICA

1. NOME DO AUTOR DO FICHAMENTO:
ALUNO: Giovani Cesar Batista

2. OBRA EM FICHAMENTO:
Nader, Paulo. Introdução ao estudo do direito/ Paulo Nader – Rio de Janeiro:Forense, 1998.

3. ESPECIFICAÇÃO DO REFERENTE UTILIZADO:
Identificar os principais elementos essenciais da obra Introdução ao Estudo do Direito, Nader.

4. DESTAQUE CONFORME REFERENTE:

4.1 Primeira parte – O ESTUDO DO DIREITO – Cap. I Sistemática de Idéias Gerais do Direito

O ensino de uma ciência pressupõe a organização de uma disciplina de base, introdutória a matéria, a quem cumpredefinir o objeto de estudo, indicar os limites da área de conhecimento, apresentar as características fundamentais da ciência, seus fundamentos e valores primordiais. À medida que a ciência evolui e cresce o seu campo de pesquisa, torna-se patente a necessidade da elaboração de uma disciplina estrutural, com o propósito de agrupar os conceitos e elementos comuns as novas especializações.
AIntrodução ao Estudo do Direito é matéria de iniciação, que fornece ao estudante as noções fundamentais para a compreensão do fenômeno jurídico. Apesar de se referir a conceitos científicos, a Introdução não é, em si, uma ciência, mas um sistema de idéias gerais estruturado para atender a finalidades pedagógicas.
Os primeiros contatos do estudante com a Crença do Direito se fazem através da Introduçãoao Estudo do Direito, que funciona como um elo entre a cultura geral, obtida no curso médio, e acultura especifica do Direito. O papel que desempenha é de grande relevância para o processo de adaptação cultural do iniciante.
A importância de nossa disciplina, entretanto, não decorre apenas do fato de propiciar aos estudantes a adaptação ao curso, de vez que ministra também noções essenciais aformação de uma consciência jurídica.

4.2 Primeira parte – cap. II As Disciplinas jurídicas

As disciplinas jurídicas dividem-se em duas classes: as fundamentais e as auxiliares. A Ciência do Direito, Filosofia do Direito e sociologia do Direito, integram o primeiro grupo, enquanto que a Historia do Direito e o Direito Comparado, entre outras, compõem o segundo.[...] As normas jurídicas sãoestabelecidas de acordo com a natureza humana, em função de seus interesses, e sofrem ainda a influencia das condições culturais, morais e econômicas do meio social. A análise do homem e da sociedade deve ser uma tarefa permanente a ser desenvolvida pelo estudioso do Direito. O seu papel é o de revelar o ser do Direito, aquele que é obrigatório, que se acha posto à coletividade e que se localiza,basicamente, nas leis e nos códigos. A Ciência do Direito, definir e sistematizar o conjunto de normas que o Estado impõe a sociedade. Esta é uma disciplina de reflexão sobre os fundamentos do Direito. E a própria Filosofia Geral aplicada ao objeto Direito. Preocupado com o dever ser, com o melhor Direito, com o Direito justo, é indispensável que o jus filósofo conheça tanto a natureza humana quantoo teor das leis. A sociologia do Direito é a disciplina que examina o fenômeno jurídico do ponto de vista social, a fim de observar a adequação da ordem jurídica aos fatos sociais. A Historia do Direito é uma disciplina que tem por escopo a pesquisa e a análise dos institutos jurídicos do passado. O Direito e a Historia vivem em regime de mútua influência, a ponto de Ortolan, com algum exagero,...
tracking img