Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (684 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
 “Na memorias dos séculos XVI e XVII que consultei pra reconstituir alguns exemplos de escolaridade, não é raro encontrar no inicio da narrativa a idade ou a data e o lugar de nascimento donarrador, em certos casos, a idade chega a tornar-se objeto de uma atenção especial. É inscrita nos retratos como um sinal suplementar de individualização, e exatidão de autenticidade”.
Pág. 02

“Retratos de famílias datados eram documentos de história familiar, como o seriam três ou quatro séculos mais dos álbuns de fotografias. Fruto desse mesmo espirito eram os diários de família, onde eramanotados além das contas, os acontecimentos domésticos, os nascimentos e as mortes. Nesses diários se unia a preocupação com a previsão cronológica o sentimento familiar”.
Pág. 03



 “As “idades davida” ocupam um lugar importante nos tratados pseudocientíficos da idade média. Seus autores empregam uma terminologia que nos parece puramente verbais: infância, puerilidade, juventude e adolescência,velhice e senilidade, cada uma dessas palavras designando um período diferente da vida. Desde então, adotamos algumas dessas palavras para designar noções abstratas como puerilidade ou senilidade, masesses sentidos não estavam contidos nas primeiras acepções”.
Pág. 04


 “A primeira idade é a infância que planta os dentes e essa idade começa quando a criança nasce e dura até os sete anos , enessa idade aquilo que nasce é chamado de enfant (criança), que quer dizer não- falante, pois nessa idade a pessoa não pode falar bem nem formar perfeitamente suas palavras, pois ainda não tem seusdentes bem ordenados nem firmes “.
Pág. 06

 “Após a infância vem à segunda idade... Chama-se puerita e é assim chamada porque é nessa idade a pessoa e ainda como a menina do olho, como dizIsidoro, e essa idade dura até os 14 anos. Depois segue a terceira idade que é chamada adolescência que termina segundo Constantino e, seu viático no vigésimo primeiro ano, mas segundo Isidoro, dura até...
tracking img