Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1686 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FUP- FACULDADE UNB DE PLANALTINA.

Profº : Neder Matéria: Sociologia
Bibliografia: SILVA, A. Ferreira e NEDER, R. Toledo - INTRODUÇÃO ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS. Brasília.

Fichamento: PARTE 1. INTRODUÇÃO: A IDENTIDADE DAS
CIÊNCIAS SOCIAIS

“[...] consistiu esta reivindicação e as características do positivismo.” (Pg. 2)“[...] uma das figuras destacadas da filosofia política na primeira metade do século XIX” (Pg.3)

“As suas ideias tiveram uma grande aceitação nos círculos políticos e
Intelectuais [...]” (Pg.4)

“[...] Comte apelidou de sociologia ou física social (ou moral) – e um único método científico, baseado no experimentalismo.” (Pg.5)

“Teorias que não pudessem ser verificadas empiricamente nãopertenciam ao domínio da ciência; eram consideradas metafísicas.” (Pg.5)

“A teoria positivista de Auguste Comte, muitas vezes acusada de se basear num empirismo radical” (Pg.6)

“positivismo é a da exigência de explicação dos fenómenos sociais no mesmo pé de igualdade e com a mesma postura metodológica exigida para os fenômenos naturais.” (Pg.15)

“uma teoria científica deve poder ser traduzívelde maneira a que apenas
Contenha enunciados empíricos [...] “ (Pg.17)

“A finalidade da ciência é explicar, e explicar em ciências sociais é começar por
Determinar as causas da ação humana recorrendo à sua observação empírica.” (Pg. 19)

“Todos os elementos que não podem ser testados através de métodos empíricos são retirados dos enunciados. “É a função da chamada caixa-preta.” (Pg. 20)“Finalmente o positivismo de Auguste Comte influenciou ou contribuiu para uma formulação teórico-metodológica [...]” (Pg. 21)

“Esta concepção unitária de ciência, baseada num método indutivo (que parte de dados menores e vai agregando até partes maiores) tem marcada influência da metodologia experimental da física, na explicação” (Pg.23)

“enquanto as ciências da natureza procuravam a explicaçãoe as causas de fenômenos, as ciências sociais buscariam a interpretação e o sentido dos comportamentos humanos [...]” (Pg. 25)

“Para o holismo, as ações humanas só são compreensíveis quando integradas numa teia de relações que visam reconstituir a totalidade social.” (Pg 32)

CONSIDERAÇÕES FINAIS
O objetivo do autor, foi explicar detalhadamente quais são os pensamentos de Augusto Comte ,além de evidenciar a ruptura positivista e a diferença entre ciências sociais e teoria cientifica.
Eu achei o texto esclarecedor, onde deixa especificamente os pensamentos de Comte , e do comportamento humano e social.
Augusto Comte viveu por volta de 59 anos. Estudou em Paris (1814-1816) e foi expulso por participar de uma revolta estudantil. Secretário de Conde de Saint Simon em 1760 sedestacou na Filosofia política no século XIX. Tentou estabelecer a ligação entre a justiça em sociedade e os progressos da ciência tecnológica.
Positivista, suas ideias foram aceitas nos círculos políticos e intelectuais.
A Sociologia ou Física Social (moral) foi apelidada , Por Comte que tinha como método o experimentalismo.
Há três aspectos essenciais :
- A importância da analise histórica,de como surgiu a ciência social;
-O campo social de objeto e método , acontecido com as ciências sociais: Química, astronomia , biologia...;
_ As Ciências sociais chamam atenção para a existência de uma única realidade social.
O positivismo reivindica a cientificidade do estudo da realidade social, que exige a aplicação dos fenômenos sociais igualitariamente e com uma postura metodológicasobre os fenômenos naturais.
A Teoria Cientifica contem enunciados empíricos , que põe a frente , a observação e podem ser falsificáveis.
O fruto do Pensamento teológico ou metafísico , eliminavam causas ocultas . O estudioso social não podia apelar à natureza humana. A ciência tem por finalidade, explicar e determinar as causas da ação humana. A caixa- preta é todo elemento que não pode...
tracking img