Fichamento

Páginas: 6 (1426 palavras) Publicado: 6 de outubro de 2013
Mário Cravo Júnior

Forma Vegetal, década 1950 – jacarandá, 92 cm (altura) - Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (SP).
Mario Cravo Júnior (Salvador BA 1923). Escultor, gravador, desenhista, professor. Filho de um próspero fazendeiro e comerciante executa suas primeiras esculturas entre 1938 e 1943, período em que viaja pelo interior da Bahia. Em 1945, trabalha com o santeiro PedroFerreira, em Salvador, e muda-se para o Rio de Janeiro, estagia no ateliê do escultor Humberto Cozzo (1900 - 1973). Realiza sua primeira exposição individual em 1947, em Salvador. Nesse ano, é aceito como aluno especial do escultor iugoslavo Ivan Mestrovic (1883 - 1962) na Syracuse University, no Estado de Nova York, Estados Unidos, e, após a conclusão do curso, muda-se para a cidade de Nova York.De volta a Salvador, em 1949, instala ateliê no largo da Barra, que logo se torna ponto de encontro de artistas como Carlos Bastos (1925), Genaro (1926 - 1971) e Carybé (1911 - 1997). Em 1954, passa a lecionar na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia - UFBA. Entre 1964 e 1965, mora em Berlim, patrocinado pela Fundação Ford. Retorna ao Brasil em 1966, ano em que obtém o título dedoutor em belas artes pela UFBA e assume o cargo de diretor do Museu de Arte da Moderna da Bahia - MAM/BA, posição que ocupa até 1967. Em 1981 coordena a implantação do curso de especialização em gravura e escultura da Escola de Belas Artes da UFBA. Em 1994, doa várias obras para o Estado da Bahia, que passam a compor o acervo do Espaço Cravo, localizado no Parque Metropolitano de Pituaçu, emSalvador.
Escultor reconhecido internacionalmente, Mário Cravo é o maior expoente da Modernidade baiana dos anos 40 e 50. Do mesmo modo que Carybé e Jorge Amado, Cravo colocou em sua obra, neste período, a essência do povo, suas tradições e crenças, seus costumes e mitos. Fez suas primeiras experiências em desenho, gravura e escultura como autodidata no final da década de 30, época em que viajou pelointerior do nordeste, tomando contato com pinturas rupestres e manifestações culturais afro-brasileiras.
Mário Cravo foi do barro para o gesso e daí para a pedra sabão, aço, sucata, alumínio, resina, plástico, enfim, todo material que pudesse trabalhar. Sem manter uma unidade temática, os temas baianos dão lugar às formas orgânicas e vegetais que beiram a abstração a partir do final dos anos60.
Entre suas diversas obras, cita-se: Cruz Caída, Sereia de Itapuã ou Iemanjá, Cabeça de Rui Barbosa, Cristo Crucificado e Tocador de Berimbau, Alado e Broto.

Caciporé Torres


Painel Escultórico, 1976 - aço inox.

Caciporé de Sá Continho da Lamare Torres (Araçatuba SP 1935). Escultor, desenhista e professor. Viaja para a Europa através de bolsa de estudos que recebe na 1ª BienalInternacional de São Paulo, de 1951, e durante dois anos freqüenta os ateliês de escultura de Marino Marini (1901 - 1980) e Alexander Calder (1898 - 1976). Retorna ao Brasil em 1953, participa de exposições, e posteriormente, regressa à Europa. Em 1954, estuda história da arte na Sorbonne, Paris, e trabalha em ateliê durante 4 anos, período em que desenvolve obra de caráter abstracionista. Passa aconstruir formas maciças orgânicas e geométricas, utilizando peças metálicas de aparência industrial, como o aço, bronze e ferro. Muitas dessas esculturas são feitas em grandes dimensões e integram museus e espaços públicos de diversas cidades, como as obras na Praça da Sé, metrô Santa Cecília, e painel escultórico em Miami, Estados Unidos. Entre 1961 e 1971, leciona escultura na Fundação Armando ÁlvaresPenteado - Faap e, a partir de 1971, na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, ambas em São Paulo. Em 1970, é eleito presidente da Associação Internacional de Artes Plásticas/Unesco, e, em 1980 e 1982, melhor escultor brasileiro pela Associação Paulista de Críticos de Artes - APCA. É agraciado com a Comenda Mário de Andrade pelo Governo do Estado de São...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento
  • fichamento
  • fichamento
  • Fichamento
  • Fichamento
  • Fichamento
  • Fichamento
  • Fichamento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!