Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1186 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BLOCH, Marc. Apologia da História ou o Ofício do Historiador. Trad. André Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001

Capítulo 1 – A História, os homens e o tempo

O capítulo se inicia reforçando que a palavra história é antiga é já mudou muito de sentido desde que apareceu há dois mil anos. No livro o autor pretende preservar a sua significação mais ampla. O historiador, no entanto,precisa recortar dentro dessa confusa realidade de definição do termo, o ponto particular de suas ferramentas.

Ao discutir qual o objeto da história, o autor nos diz que este não é o passado, mas é aos homens que a história deseja capturar durante um estudo. Por detrás de traços percebidos na paisagem, máquina e utensílios, documentos escritos, são os homens que a história quer apreender. Seriaentão um exemplo de fato histórico a sociedade que remodela, segundo suas necessidades, o solo em que vive. A interdisciplinaridade como método necessário para tentativa de explicação do fato histórico.

O autor não renuncia a história quanto ciência. Ela é a ciência dos homens no tempo, pois o tempo também é importante para seu estudo. Para o historiador é importante atribuir ao acontecimento seulugar cronológico nas alternâncias das sociedades. O tempo é um contínuo e perpétua mudança e a dúvida que permeia a pesquisa histórica é se devemos ou não considerar o conhecimento mais remoto para compreender o mais recente.

O autor alerta quanto ao perigo e ambiguidade ao atribuir à palavra origem o significado de “um começo que basta para explicar”. A obsessão das origens presente nasciências da natureza e na história religiosa estenderam-se a outros campos de pesquisas, como o da história, onde a legitimidade era muito mais contestável. O autor cita o provérbio árabe: ”Os homens se parecem mais com sua época do que com seus pais” para mostrar que não é possível explicar um fenômeno histórico sem estuda-lo dentro do estudo de seu momento.

O passado e o presente devem ser aliadosao se investigar um fenômeno histórico, já que uma vida não é suficiente para abarcar a experiência total da humanidade, sendo necessário ajuda mútua entre os especialistas para a busca de uma história universal.

Capítulo II - A observação histórica

O conhecimento do passado é indireto, através de testemunhos. O historiador busca através da observação histórica os testemunhos e suatransmissão. Isso pode se dar através de documentos escritos ou de testemunhos não escritos, os relatos ou aqueles da arqueologia, o que não anula a possibilidade de que, através de resíduos deixados pelo experimento, o historiador também possa captar realidades por esforço de inteligência pessoal. A primeira característica da observação histórica deve ser um conhecimento através de vestígios

O autorindica que o passado, apesar de não poder mais ser modificado, está sempre em processo e progresso em se falando de seu conhecimento. Este se transforma e aperfeiçoa, mudando muitas vezes, até o modo de compreendê-lo com o surgimento de novos processos de investigação, podendo ser registrado de maneira diferente de acordo com a visão de cada historiador ou leitor. Ou não registrá-lo, esgotadas todaspossibilidades de vestígios.

Os documentos não são isentos de erros, mentiras ou distorções de visões sofridas pelas gerações quando construídos, o historiador deve então, procurar dar atenção às coisas que os textos nos dizem sem que o autor tenha pretendido dizê-lo. Para a investigação histórica é preciso um questionário, pois mesmo os textos que parecem claros, não dialogam senão quando ohistoriador é capaz de interrogá-los. É necessário que a busca tenha uma direção ponderada e flexível de perguntas, aberta a surpresas e em variados tipos de documentos.

As sociedades devem dispor e organizar suas memórias, preocupando com o destino dos documentos, atacando os dois principais responsáveis pelo esquecimento, a saber, o extravio de documentos pela negligência e o sigilo, seja...
tracking img