Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (428 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INSTITUTO FEDERAL DE EDU. CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DE SERGIPE.

CURSO: PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

DISCIPLINA: PESQUISA EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

PROFESSORA MSC.:JULIANASOUTO

ALUNA: MARIA DA CONCEIÇÃO PEREIRA DA SILVA.



FICHAMENTO



⎝REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

SILVA, Márcia & INVERNIZZI, Noela. Qual Educação Para os Trabalhadores no Governo doPartido dos Trabalhadores? A Educação Profissional Após Decreto 5154/2004. (artigo)

⎝IDÉIAS CENTRAIS:

• Refletir sobre a reforma da educação profissional após o Decreto 5154/04. A partir dascondições sociais em que se encontrava a população brasileira no momento da transição governamental e compreender seus limites e possibilidades.
• No governo FHC a educação profissional foiimplementada pelo Decreto 2.208/1997.
• No governo de Lula a educação profissional também foi implementada pelo Decreto 5154/04.
• Formação integrada: sugere a superação da divisão histórica entrepensar e executar.
• Políticas afirmativas de educação profissional integradas a políticas de educação básica.
• Reconstrução da educação profissional como política pública.


(CITAÇÕESDIRETAS DO TEXTO:

Com a chegada de Lula ao governo, grandes expectativas foram depositadas numa mudança de concepção política e na retomada de um processo democrático popular trouxessem mudançassubstantivas para as políticas sociais, entre elas as políticas de educação voltadas para os trabalhadores. (p.101)
É com esse espírito contagiante que em 2003, o então Ministro daEducação,
Cristovam Buarque, expressou o compromisso do governo com a educação em seu discurso de posse onde alegou que o Brasil deveria pagar sua divida social - e a educação era parte dela -pisando fundo no acelerador e virando a esquerda. Assim, inicia-se o processo de revogação do Decreto 2.208/1997, pois tendo sido o instrumento que possibilitou a reforma desintegradora, não poderia...
tracking img