Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3427 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento
ANTUNES, Irandé. A língua e a identidade cultural de um povo. In: _____. Língua, texto e ensino: outra escola possível. São Paulo: Parábola, 2009. p. 19-31.
“ O povo tem uma identidade, que resulta dos traços manifestados em sua cultura, a qual, por sua vez, se forja e se expressa pela mediação das linguagens sobretudo da linguagem verbal”. ( P.19)
Segundo ANTUNES (2009, p.20) Numaimaginação sintetizada de língua, o ponto central se limitava ao domínio da morfossintaxe, dando ênfase nas classificações e as suas respectivas nomenclaturas.
“ mas a integração linguística com outras ciências , a abertura de pesquisas sobre o fato da linguagem a perspectivas mais amplas, sobretudo aquelas trazidas pela pragmática, provocam o paulatino surgimento de novas concepções.” ( p.20)
“{...}a língua deixa de ser apenas um conjunto de signos( que tem um significante e um significado); deixa de ser apenas um conjunto de regras ou um conjunto de frases gramaticais, para definir como um fenômeno social, como uma prática de atuação interativa, dependente da cultura de seus usuários, no sentido mais amplo da palavras.”(p.21)
De acordo com ANTUNES (2009, P. 22) de maneiraalguma pode, encurtar a linguagem à situação de falar correto, de falar incorreto. A língua deve ser compreendida como um conjunto sistemático,mas de natureza diferente, acessível,móvel,versátil: um conjunto de falares, que é comedido por grupos de falantes.
“ A língua é, assim, um grande ponto de encontro; de cada um de nós, com os nossos antepassados, com aqueles que, de qualquer forma, fizerame fazem parte da nossa história. Nossa língua está embutida na trajetória de nossa memória coletiva.” (p. 23)
“ {...} pela língua afirmamos: território; não somos sem pátria. Pela língua, enfim, recobramos uma identidade.” (p. 23)
Descreve ANTUNES (2009, p. 25-26) O que há é língua sempre está em mudança, que diversifica, que introduz atuais sons, recentes entonações, novos vocábulos, quemodifica seus conceitos,que faz agregações desiguais, principalmente no momento que essa língua é apresentada a diferentes situações de uso.
A cultura do erro, é de tal maneira tão resistente, na campo das imagens,e os meios de comunicação, tem sido corroborado essas distorções fenômeno linguístico e tem sido sustentado as cautelosas manifestações do preconceito linguístico.

Relata ANTUNES (2009,P.26) que no português de Portugal a ênclise é a norma geral da colocação dos pronomes átonos, o que difere do português do Brasil que é o posto pois a próclise é o padrão geral que apareceu no hábito da língua em geral, na culta e na dita menos culta. Qual a justificativa de não considerar como corretamente gramatical o que de fato, é norma, de costume constante na fala, do português do Brasil?“ {...} a norma que desconsidera o uso real dos diferentes grupos sociais revela-se inconsistente; consequentemente, é improcedente o julgamento da correta padronização da língua que deixa de levar em conta o que, de fato, se diz em determinada comunidade de falante.” (p .28)
“ Seria bem mais proveitoso e mais animador se as mudanças linguísticas fossem vistas simplesmente como mudanças,como diferenças, algo inevitavelmente esperado na normalidade dos fatos sociais e históricos.” ( p. 29)
“ A escola nesse particular, pode assumir o papel de explicitar esse conflito, orientando os alunos a perceber a existência das línguas como algo feito e, ao mesmo tempo, fazendo-se. A identidade de cada língua é apenas alguma coisa viagem;sem que o padrão anterior seja melhor ou mais puro que oatual.” (p.30)

Fichamento

ANTUNES, Irandé. Língua e cidadania: repercussões para o ensino. In: _____. Língua, texto e ensino: outra escola possível. São Paulo: Parábola, 2009. p. 33-45.
“{ ... } o entrosamento entre língua e cidadania- o que implica a relação direta entre escola e sociedade. Ou seja, pretendemos considerar a dimensão social e política do ensino da língua, ou o ensino da...
tracking img