Fichamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 32 (7984 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
História Oral: Como fazer, como pensar / José Carlos Sebe Mom Meihy, Fabíola Holanda. – 2. ed. – São Paulo: Contexto, 2010.

PARTE I – COMO FAZER
UNIDADE I – Pressupostos
Pg. 14
-------------------------------------------------
Entrevista em história oral é a manifestação do que se convencionou chamar de documentação oral, ou seja, suporte material derivado de linguagem verbal expressa paraesse fim. A documentação oral quando apreendida por meio de gravações eletrônicas feitas com o propósito de registro torna-se fonte oral. A história oral é uma parte do conjunto de fontes orais e sua manifestação mais conhecida é a entrevista.
Pg. 14
Muito do que é verbalizado ou integrado à oralidade, como gesto, lágrima, riso, silêncio, pausas, interjeições ou mesmo as expressões faciais –que na maioria das vezes não têm registros verbais garantidos em gravações -, pode integrar os discursos que devem ser trabalhados para dar dimensão física ao que foi expresso em uma entrevista de história oral.
-------------------------------------------------
(JUSTIFICATIVA PARA USAR GRAVAÇÃO EM VÍDEO)
Pg. 15
-------------------------------------------------
História oral é um conjunto deprocedimentos que se inicia com a eleboração de um projeto e que continua com o estabelecimento de um grupo de pessoas a serem entrevistadas. O projeto prevê: planejamento da condução das gravações com definição de locais, tempo de duração e demais fatores ambientais; transcrição e estabelecimento de textos; conferência do produto escrito; autorização para o uso; arquivamento e, sempre que possível,a publicação dos resultados que devem, em primeiro lugar, voltar ao grupo que gerou as entrevistas.
Pg. 17
O compromisso com a “devolução” dos resultados do projeto é condição básica para se justificar um projeto de história oral. A condição “para quem” deve ficar explicada, pois os projetos que se valem de entevistas cumprem sempre um papel social. Seja para instruir teses, dissertações, comporacervos ou funcionar como alerta temático, os textos estabelecidos, em primeiro lugar, devem ser devolvidos aos protagonistas geradores e, conforme o caso, à comunidade que os provocou.
-------------------------------------------------
(BASE PARA A RELEVÂNCIA SOCIAL DO PROJETO)
Pg. 20
-------------------------------------------------
É comum existirem projetos de grande alcance e quedemandam mais de um entrevistador, além de transcritor, revisor, mas sempre deve ficar definida a responsabilidade de comando da pesquisa. Boa parte dos projetos é feita por uma só pessoa, que assume a responsabilidade de todas as tarefas, isto, contudo, refuz o alcance de projetos que acabam se inscrevendo nos limites da micro-história.
Pg. 20
-------------------------------------------------
Oentrevistador e o entrevistado, na situação de entrevista, devem se reconhecer como colaboradores.
Pg. 21
É primordial que se pense no destino das gravações, que devem ser mantidas e disponibilizadas ao consumo social.
-------------------------------------------------
(DOAR CÓPIA DAS GRAVAÇÕES E TRANSCRIÇÕES AO MUSEU DE CASCAVEL)
Pg. 21
Muitos acham que o documento em história oral é a fitagravada. A maioria, porém, discorda e supõe as transcrições em diferentes fases, o legítimo texto documental. Mais importante do que definir uma ou outra posição cabe ver os argumentos.
-------------------------------------------------
(NO PROJETO PODEMOS COLOCAR QUE HAVERÁ O ARQUIVAMENTO DAS GRAVAÇÕES E TRANSCRIÇÕES, PARA CONTEMPLAR AMBOS)
Pg. 22-23-------------------------------------------------
Portanto, uma entrevista não é apenas uma coleção de frases reunidas em uma sessão dialógica. A performance, ou seja, o desempenho é essencial para se entender o sentido do encontro gravado. Olhar nos olhos, perceber as vacilações ou o teor emotivo das palavras, notar o conjunto de fatores reunidos na situação da entrevista é algo mais do que a capacidade de regisro pelas máquinas, que se...
tracking img