Fichamento o principe de maquiavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5350 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

HEYLA CRISTINA COELHO CANHESTRO

FICHAMENTO:

“O PRÍNCIPE”
NICOLAU MAQUIAVEL

LAVRAS
2012
Fichamento: “O Príncipe” de Nicolau Maquiavel
MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. Trad.: Pietro Nassetti. 2. Ed. São Paulo: Martin Claret, 2007
Maria Tereza Sadek. Nicolau Maquiavel: o cidadão sem fortuna, o intelectual de virtú. In: WEFFORT,Franciso (Org). Os Clássicos da Política. São Paulo: Ática, 1995.

O livro “O Príncipe” de Maquiavel, foi escrito com o intuito de ser um presente de Maquiavel para o príncipe Francesco Vettori, no qual o autor oferece o conhecimento adquirido através da sua vivencia e experiência. O livro se apresenta como um manual aos príncipes, ensinando-os não apenas como conquistar o poder, mas como semanter no poder de seus reinos e apresenta casos reais do contexto da época de príncipes que foram tanto bem quanto mal sucedidos, mostrando como a historia é cíclica e tem caráter educativo.
“... para bem conhecer o caráter do povo, é preciso ser príncipe e, para bem entender o do príncipe, é preciso ser do povo.” (p.5)

CAPÍTULO I - DE QUANTAS ESPÉCIES SÃO OS PRINCIPADOS E DE QUE MODO SÃOADQUIRIDOS. (p.6)

“Todos os Estados, todos os governos que tiveram e têm autoridade sobre os homens, foram e são ou repúblicas ou principados. Os principados são: ou hereditários, quando seu sangue senhorial é nobre há já longo tempo, ou novos.”
“(...) sendo adquiridos com tropas de outrem ou com as próprias, bem como pela fortuna ou por virtude.”

CAPITULO II – DOS PRINCIPADOS HEREDITÁRIOS(p.6)

Maquiavel explica que principados hereditários são bem mais fáceis de serem mantidos, que basta o novo príncipe manter a ordem estabelecida pelos antepassados e se adequar ao cotidiano da época.

CAPÍTULO III – DOS PRINCIPADOS MISTOS (p.7 a 17)

Nos principados novos que estão as dificuldades, pois o novo príncipe é colocado no poder por causa da situação ruim no presente e aesperança de um bom futuro, mas não havendo mudanças significativas, o príncipe sofre resistência.
Após conquistado, se o Estado novo for da mesma província, língua e costumes, não haverá muita dificuldade de dominação, pois se não altera nada na vida do povo ele se acomodara e não odiara ou revoltara contra o novo príncipe.
“(...) conservando-se suas velhas condições e não existindo alteração decostumes, os homens passam a viver tranquilamente.” “(...)aquela de não alterar nem as suas leis nem os impostos; por tal forma, dentro de mui curto lapso de tempo, o território conquistado passa a constituir um corpo todo com o principado antigo.”

Mas se o príncipe tentar mudar tudo do Estado conquistado, haverá resistência e revolta, exigindo mais trabalho do rei para mantê-lo, uma das soluçõesseria manter residência no local e tentando resolver com a maior rapidez possível eventuais conflitos.

“(...) quando se conquistam territórios numa província com língua, costumes e leis diferentes, aqui surgem as dificuldades e é necessário haver muito boa sorte e habilidade para mantê-los.”
“(...) estando no local, pode-se ver nascerem as desordens e, rapidamente, podem ser elas reprimidas; aínão estando, delas somente se tem notícia quando já alastradas e não mais passíveis de solução.”
“Deve, ainda, quem se encontre à frente de uma província diferente, como foi dito, tornar-se chefe e defensor dos menos fortes, tratando de enfraquecer os
poderosos e cuidando que em hipótese alguma aí penetre um forasteiro tão forte quanto ele.”

CAPÍTULO IV – PORQUE O REINO DE DARIO QUEALEXANDRE OCUPARA NÃO SE REBELOU CONTRA SEUS SUCESSORES APÓS A MORTE DE ALEXANDRE. (p. 17 a 21)

Os principados têm governado por duas formas: ou por um príncipe, sendo todos os demais servos; ou por um príncipe e por barões. Os que se encontram junto ao príncipe são nobres, que podem por algumas vezes almejar por inovações, abrindo caminho para um invasor, facilitando a vitória, sendo assim não...
tracking img