Fichamento o príncipe nicolau maquíavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (975 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
(“Cap. 1 pag. 9/10) As pessoas para conquistar proteção dos príncipes ofereciam-lhe aquilo que lhes eram mais caro e precioso a espera de que o príncipe voltasse os olhos a eles.” Na maioria dasvezes aqueles que desejam conquistar a proteção de um príncipe costumam dirigir-se-lhe oferecendo o que tem de mais caro ou o que pensam agradá-lo mais.”
(Cap. 2 pag. 17/27) Os principados novos oumistos.
Em virtude de desigualdades e lutas de interesses os homens mudavam de senhores em busca de melhoras, ”... Os homens mudam de senhor com prazer, pois acreditam que melhorarão...” mais via com opassar do tempo que era um ledo engano, pois só pioravam. Em resumo disto vem a regra “... Quem é a causa de alguém se tornar poderoso será derrubado; pois esse poder adveio dele, seja por engano ouforça, e os dois são mal vistos por quem se tornou poderoso”.
(cap. 3 pag. 34/ 41) Os principados com as próprias armas e qualidade pessoais.
Estes principados são considerados dinastia, pois ospríncipes marcam seu poder, mesmo não superando seus antecessores a quem busca imitar “... Deve um homem prudente utilizar os caminhos já traçados pelos grandes...” e quando bati a desconfiança, ele buscaa intimidação pela força. “Convém organizar-se de modo a que, quando não acreditam mais, passa-se fazê-lo a força”
(cap. 4 pag. 43/52) “Aqueles que somente pela sorte tornam-se, de cidadãos comunspríncipes, com pouco trabalho conquistam, mas com muito conseguem manter...”
Estes príncipes que por meio de influência e/ou dinheiro chegam ao poder baseiam-se na sorte e na vontade de quem ali oscolocou.” Estes baseiam o próprio poder na vontade e na sorte de quem lhes permitiu obtê-lo...”
(cap. 5 pag.53/58) Dos que conquistaram o principado com malvadez.
Além da sorte e do valor, há aindaduas maneiras de se conquistar o principado. Por meio de enganação e maldade ou, por favor, de seus concidadãos tornam-se príncipes. “Há ainda duas maneiras de um cidadão comum tornar-se príncipe......
tracking img