Fichamento o Mundo de Sofia

FICHAMENTO
O Mundo de Sofia

CAPÍTULO I: O JARDIM DO ÉDEN

“...Depois de ter pensado um pouco acerca do fato de existir, começou também a pensar que não estaria ali sempre. "Neste momento estou no mundo", pensou, "mas um dia terei desaparecido". Haveria uma vida após a morte? O gato também não tinha a mínima consciência deste problema...”

“...Não podemos imaginar que vivemos sem pensarque temos de morrer, dizia para consigo. Do mesmo modo, é impossível refletir sobre o fato que temos de morrer sem sentirmos simultaneamente que viver é algo maravilhoso...”

Sofia começa alguns questionamentos diante da sua realidade, percebemos isso no início do capítulo quando ela afirma para Jorunn que a mente humana não é igual a um computador nem mesmo a de um robô. No decorre da historia,Sofia faz alguns questionamentos na frente do espelho, sobre sua vida, aparência nome. As Cartas pelas quais ela estava recebendo contribuíam para seus pensamentos sobre a vida, universo, e suas origens. Sofia também aprendera que Deus havia criado todas as coisas, porém com muitas dúvidas e incertezas.


CAPÍTULO II: A CARTOLA

“Na escola, tornava-se-lhe difícil concentrar-se no que oprofessor dizia. Achou que ele falava apenas de coisas sem importância. Porque é que ele não falava antes acerca do que é um ser humano - ou do que é o mundo, e qual fora a sua origem?”

“Mesmo hoje, cada um deve encontrar as suas respostas para estas perguntas”. Não podemos saber se Deus existe ou se há vida depois da morte, consultando a enciclopédia. A enciclopédia não nos diz como devemos viver.“Mas ler o que outros homens pensaram pode, no entanto, ser uma ajuda, se quiser formar a nossa própria concepção da vida e do mundo.”

“ A capacidade de nos surpreendermos é a única coisa de que precisamos para nos tornarmos bons filósofos.”

Sofia neste capítulo começa a perder interesse por qualquer outra atividade que não fossem as terríveis perguntas que assolava o coração dela sobre aorigem de tudo. Ela começa a entrar no mundo da filosofia ao receber uma correspondência que trata de tal assunto, mergulhando então em um mundo onde busca respostas para as suas perguntas. O conteúdo dessas cartas filosóficas faz cm que Sofia reflita sobre o mundo em que vive, o autor das cartas indaga Sofia a pensar se ela quer pensa como uma adulto, onde tudo parece ser comum, ou pensar comouma criança e questionar tudo sobre o mundo e sua existência.


CAPÍTULO III: OS MITOS

“Para compreendermos o pensamento dos primeiros filósofos, temos de compreender igualmente o que significa ter uma concepção mítica do mundo. Tomaremos como exemplo algumas concepções míticas da Europa do Norte.”

Sofia começa a aprofundar-se nos conhecimentos iniciais das filosofias, entendendo aconcepção mítica do mundo, aprendendo sobre os deuses e os princípios da filosofia.


CAPÍTULO IV: OS FILÓSOFOS DA NATUREZA

“Haverá um elemento primordial a partir do qual tudo é gerado? Será que a água se pode transformar em vinho? Como é que a terra e a água se podem transformar numa rã viva?”.

“Haveria um "elemento primordial", a partir do qual tudo fosse gerado? Mas se houvesse um elemento apartir do qual tudo o que está no mundo fosse produzido, como é que este elemento poderia transformar-se de repente num dente-de-leão ou num elefante?”

“Um filósofo pode perguntar-se como é que as plantas e os animais surgiram. Um outro pode querer descobrir se Deus existe, ou se os homens possuem uma alma imortal”.

Sofia intrigada com tais perguntas continua seus pensamentos de como foi tudocriado, como Jesus tinha de fato transformado água em vinho, Sofia continuava com suas incertezas. As cartas recebidas por Sofia cada vez mais fazia com ela entrasse mais profundamente na filosofia entendendo que os filósofos da natureza deram os primeiros passos em direção a um modo de pensar “científico”, abrindo assim a toda a posterior ciência da natureza.
Sofia achava a filosofia...
tracking img