Fichamento: a interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1437 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento: A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-aprendizagem

A interdisciplinaridade vem sendo discutida através de dois pontos de vista, o epistemológico e pedagógico. O primeiro abarca a produção, reconstrução e socialização; método de mediação e ciência; e seus paradigmas, já o pedagógico abarca questões de ensino e aprendizagem no âmbito escolar.
Aabordagem interdisciplinar compreende não só a área da educação, mas também setores da vida social, como a politica, tecnologia e a econômica.
No campo educativo a interdisciplinaridade vem sendo discutida por inúmeros autores, sendo que a finalidade do tema é conceitual a todos.

“Ela busca responder à necessidade de superação da visão fragmentada nos processos de produção e socialização doconhecimento. Trata-se de um movimento que caminha para novas formas de organização do conhecimento ou para um novo sistema de sua produção, difusão e transferência”. (GIBBONS, Michael 1997).

Neste artigo o foco principal de reflexão é o papel da interdisciplinaridade no processo de ensino e aprendizagem da educação formal. Procurando unir os enfoques pedagógicos e epistemológicos, seus avanços,limitações e consensos.
A interdisciplinaridade teve origem na segunda metade do século XX, devido a uma necessidade detectada nos campos das ciências humanas e na educação.
Como um movimento contemporâneo, a interdisciplinaridade surge na perspectiva da “dialogicidade” e da integração das ciências e do conhecimento, que procura quebrar o caráter de “hiperespecialização” e a fragmentação dossaberes.
Para Goldman (1979), uma visão interdisciplinar nos possibilita uma melhor compreensão entre o todo e cada uma de suas partes.
Parte deste problema de fragmentação do conhecimento foi solucionada quando se colocou a historicidade e as leis do movimento dialético da realidade como base para todas as ciências.
Voltado para a pedagogia, Georges Gusdorf produziu na década de 1960 um projetointerdisciplinar, para as ciências humanas, denominado La parole (1953) que é de suma importância no entendimento do que é a interdisciplinaridade.
Segundo Gadotti (1993), atualmente surgem projetos que reivindicam um olhar interdisciplinar, sobre tudo na área do ensino e do currículo.
A interdisciplinaridade chega ao Brasil através do estudo da obra de Geroges Gusdorf e mais adiante porPiaget. Hilton Japiassu (campo epistemológico) teve seu pensamento influenciado por Gusdorf e Ivani Fazenda (campo da educação) foi influenciada por Piaget.
Não existe uma definição geral para a interdisciplinaridade, pois cada autor a define de um modo diferente, entretanto é possível afirmar que no campo conceitual:

“A interdisciplinaridade está sempre situada no campo onde se pensa apossibilidade de superar a fragmentação das ciências e dos conhecimentos produzidos por elas e onde simultaneamente se exprime a resistência sobre um saber parcelado” (THIESEN, Juares 2008, p. 547).


Para que a interdisciplinaridade efetivamente aconteça no âmbito escolar é preciso uma revisão de pensamento, que deve direcionar-se para o diálogo, que existam trocas de integração conceitual emetodológica entre as diferentes áreas do conhecimento.

Epistemologia, ciência e interdisciplinaridade

Para Morin (2005), a especialização do conhecimento científico é uma condição do próprio progresso do conhecimento, que caracteriza o desenvolvimento da ciência. Que vem dos gregos e foi reforçado no século XVII por Galileu e Descartes. Ambos partem seus estudos da mesma perspectiva metódica,que é o método indutivo, no qual o objeto de estudo é dividido em partes para ser analisado e depois reconstituído.
Em contra ponto ao positivismo, que contribuiu para uma fragmentação dos saberes e aumentou as fronteiras entre as disciplinas, à interdisciplinaridade tem como proposta o rompimento da fragmentação/divisão das disciplinas, das ciências, em suma do conhecimento.
Frigotto (1995),...
tracking img