Fichamento "a bandeira segue o comercio"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (809 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A bandeira segue o comércio

Refletindo o título:

Nesse texto temos o mercado ditando as regras. Isso quer dizer, que o mais importante agora é o comércio. Fatores econômicos são quem vãodefinir as fronteiras americanas. Imperialismo, colonialismo, federalismo não são mais importantes que os interesses comerciais dos Estados Unidos.

Sidney, Lens. A fabricação do Império Americano – Abandeira segue o comércio, p. 262-295

“... rebelião na ilha de Cuba... impostos sobre o açúcar cubano pelo EUA... deram origem ao caos econômico na ilha do Caribe... muitos milhares de camponeses eassalariados rurais foram arrebanhados em campos de concentração... abandonados à morte por fome e doença.” (P. 263)

“Se a Espanha não tiver capacidade para exercer sua autoridade em Cuba, declarouna última mensagem ao Congresso... os EUA poderão ser forçados a intervir, no interesse de “seus deveres mais altos”... “anexação do Havaí aquisição das Índias Ocidentais... posse do Havaí...engajar-se no conflito cubano.“ (P.264)


“Numa sociedade ocidental, essa é uma fórmula perfeita para a intervenção imperialista: aproveitar a onda de preocupações populares ideais para promover a causa deoutros interesses específicos... o interesse dos EUA pela ilha “de maneira alguma era de caráter inteiramente sentimental ou filantrópico”. Além da posição estratégica dessa colônia espanhola, seuinteresse pecuniário para Tio Sam ficava atrás apenas do da Coroa e dos negociantes espanhóis.” (P. 265)

“Foram feitas manifestações em massa em inúmeras cidades exigindo a guerra, e estudantescarregavam faixas de pano e cartazes dizendo ‘Para o inferno a Espanha’”. (P. 268)

“De qualquer forma, apesar da elevada retórica sobre uma Cuba Libre, Cuba logo se tronaria uma colônia americana emtudo, exceto no nome.” (P. 270)

“Tio Sam era um neófito nesse vasto mercado semicontinental de cujos negócios desfrutava apenas dois por cento. O sentimento era que as Filipinas e uma forte Marinha...
tracking img