Fichamento sobre o texto indignai-vos sthephane hesse

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução
O texto “Indignai-vos” produzido pelo autor Sthephane Hessel, coloca a indignação como um dos mais poderosos e importantes sentimentos que todos deveriam ter, uma vez que é da indignação que vem a disposição de lutar ou resistir sobre o que consideramos errado, mesmo em tempos onde não há motivos claros para nos indignarmos, é preciso procurar e encontrar nosso meio de revolta, nossosmotivos parar buscarmos uma liberdade, uma melhoria de nossas condições. Stéphane Frédéric Hessel (Berlim, 20 de outubro de 1917) é um diplomata, embaixador, combatente da resistência francesa e agente da Bureau Central de Renseignements et d'Action (o serviço de inteligência da França). Nascido como alemão, Stéphane obteve a nacionalidade francesa em 1937. Ele participou da elaboraçãoda Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948
.
O motivo da resistência é a indignação
É colocada em questão por Hessel a ousadia de alguns em dizerem que faltavam condições do estado em garantir o custo de medidas cidadãs presentes na Seguridade Social (conjunto de medidas sócias propostas e conseguidas através da resistência), já que a produção de riquezas havia aumentado consideravelmente,questionando o uso do dinheiro pelo estado que promovia uma desigualdade social evidente. A indignação seria a razão de ser da resistência, as pessoas não podiam se omitir, deveriam se indignar os tornando forte e engajados em busca de justiça e de mais liberdade.

Duas visões da história
Hessel acredita que o fascismo foi provocado na frança através do medo que as pessoas que tinham posse sentirammedo da revolução bolchevique. Os jovens de hoje não teriam os mesmo motivos de resistir que os com mais idade, na frança os idosos em suas épocas de juventude temiam a ocupação alemã. Sua juventude foi influenciada por Satre em obras como A náusea e O muro, ensinando que cada um é responsável pela sociedade enquanto individuo. Em 1993 entrou para a Escola Normal da Rua de Ulm, em Paris, entroucomo discípulo do filósofo Hegel, e se inscreveu no seminário dado por Maurice Merleau-Ponty, que falava sobre o corpo e suas relações com os sentidos. Porém se identificava mais com Hegel, segundo o hegelianismo, a sociedade progride até conseguir a liberdade completa e adquirindo a no estado democrático a sua forma ideal. Outra concepção de história, apresentado pelo filosofo alemão WalterBenjamin, seria a de que os progressos feitos pela liberdade estimulariam uma corrida para o ser humano querer “sempre mais”, se tornando um furacão de destruição. Benjamin se suicidou em 1940, para fugir do nazismo.

Indiferença: a pior das atitudes.

É evidente que atualmente os motivos de se indignar não menores, são mais difíceis de serem percebidos, além de não lidarmos com uma pequena elitedominante, nunca houve tanta intercomunicação, porém são claros dois problemas atuais que devem ser combatidos, 1º a enorme e crescente diferença de classes. E o 2º os direitos humanos e o estado do planeta, ambos são motivos para indignar-se. Hessel participou do grupo que elaborou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, comissão que contou com 54 estados membros das Nações Unidas, com oobjetivo de sair da Segunda Guerra Mundial. Se emancipar do totalitarismo, para isso, todos os 54 estados membros das Nações Unidas deveriam se comprometer a respeitar esses diretos universais. Mesmo não tendo um alcance jurídico e sim declaratório, essa declaração foi bastante importante a partir de 1948, onde foi usado pelos povos colonizados na batalha pela liberdade. Hessel constata com prazer quenas ultimas décadas aumentou consideravelmente o numero de organizações não governamentais e os movimentos sociais como a Attac (Associação para a Taxação das Transações Financeiras), a FIDH (Federação Internacional dos Direitos do Homem), e a Amnesty. Hessel clama aos jovens que procurem motivos ao seu redor para se indignarem como o tratamento dado aos imigrantes, aos sem documentos e aos...
tracking img