Fichamento sobre casa grande e senzala de gilberto freyere

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1029 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
U.F.R.R.J. \ I.E.\ D.T.P.E. \ Pedagogia
Nome: Kátia Maria Moreira de França
Data: 05 | 01| 2013
Fichamento número 3
Freire, Gilberto; Características gerais da colonização portuguesa do Brasil: formação de uma sociedade agrária, escravocrata e híbrida. In:
Casa Grande & Senzala formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal, Pernambuco: Global Editora 48° edição.2003.

RESUMO

O capítulo detalha a origem da colonização brasileira e do seu colonizador, as características agrária, escravocrata e híbrida que formaram a primeira colonização de um país tropical, a paixão do português pelas mulheres indígenas, as várias doenças que infestaram o Brasil, trazidas pelos europeus, as comparações com outras recentes civilizações, a ditadura da Igreja, os novosmoradores com suas dificuldades em instalarem-se e alimentarem-se. Enfim, fala da formação do brasileiro, os antagonismos de economia e cultura que resultaram em um povo miscigenado com grande mobilidade social e muito hospitaleiro.

Fichamento

Gilberto Freire cita a miscigenação portuguesa, a formação flutuante, difícil e muitas vezes incoerente do caráter lusitano, definição compatível àsde Ferraz de Macedo, que ainda acrescenta a falta de um tipo dinâmico determinado e a de Eça de Queirós que endossa a formação do português com os adjetivos introspectivo e extrospectivo e alternâncias de sintonias ,pensamento dividido também com o historiador inglês Aubrey Bell.(p.68)
Toda essa descrição da origem híbrida portuguesa, da sua influência da África, produz uma indecisão étnica ecultural. Sua aptidão pela vida tropical, nos leva a entender a formação antagonista da sociedade brasileira, o caráter formador da nossa civilização. (p.69)
Positivamente, o povo português devido à sua mobilidade superou-se na escassez quantitativa de pessoas, dominando espaços enormes onde quer que passassem, na África ou América. Sua facilidade de miscigenação insuperável tornou esses lugarespopulosos, favorecendo as atividades políticas e econômicas. Seus descendentes de valores administrativos, técnicos, guerreiros, eram requisitados por Lisboa para os continentes asiáticos, africanos ou americanos conforme conveniências políticas ou religiosas. (p.70)
A lenda da moura- encantada, envolta em misticismo sexual, nascida entre os sarracenos, fez a cabeça dos portugueses, que associarama histórias às índias brasileiras, fáceis de serem dominadas com qualquer bugiganga, elas encontraram nos portugueses, homens sem escrúpulos de raça, só com preconceitos religiosos. Iniciava-se a promiscuidade gerando uma população de mestiços. Em contra partida, criou-se a lenda da moura-torta, produto do ciúme e da inveja sexual da mulher loura contra a de cor. Desses sentimentos resultou aseparação do tipo louro (divinos) e do tipo moreno (malvados) repercutindo discriminação em toda Europa (p.71)
A aclimatabilidade do português também favoreceu suas conquistas terrestres, devido a sua adequação ao clima tropical em detrimento dos outros povos europeus.(p. 72)
Apesar de se adequarem ao clima, os portugueses colonizadores do Brasil, sofreram mudanças no sistema alimentar, na suavida econômica e social, além de enfrentarem a primitividade dos rios, da terra e a presença de larvas, insetos e vermes nocivos ao homem. (p. 77)
O colonizador lusitano foi o primeiro a formar uma base de prolongamento da sua vida em terras tropicais, criando colônias de plantações para manter o colono fixo na terra e explorando comercialmente suas riquezas minerais. (p.78 e 79) Essa novapopulação vinda da Europa trouxe mecânicos para as fábricas de açúcar, gado, plantas alimentares, escravos, sementes, etc. afim de ocuparem as muitas léguas de terras brasileiras, caracterizando um domínio quase exclusivo da família rural ou semi- rural. (p.80)
Por essa ocasião, Portugal enviou degredados de todos os tipos de delitos, principalmente religiosos, para o Brasil. Muitos europeus...
tracking img