FICHAMENTO SERGIO BUARQUE DE HOLANDA

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1380 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O semeador e o Ladrilhador
Capitulo 4
A vida rural conbinava perfeitamente com a dominação portuguesa, outra coisa era um meio de colonizar e assim a habitação essa essencial a começou a criação de cidade como instrumento de dominação e expansão.(pag95)
A urbanizaçã, e criação de cidade avançava, e a sua paisagem agreste era importante, e a povoação era nitidamente de um centro, uma praçacentral.(pag97)
“O afã de fazer novas terras mais do que simples feitoria comerciais levou os castelhanos, algumas vezes, a começar pela cúpula a construção de edifícios colonial”.
A colonização portuguesa foi litorânea e tropical, já a castelhana buscouum clima semelhante ao de seu país, fugindo da marinha e construindo nasterras do interior e em planaltos. Só eram instaladas povoações nolitoralquando os portos presentes neste território eram indispensáveis para a defesa,comércio e entrada na terra (pag98)
sem falar no esforço castelhano e que nele as boas intições tenham triunfado persistentemente sobre todos os esforços e prevalecido sobre a inerica do homem(99)
a influencia dessa colonização litorânea, que praticavam, de preferência, os portugueses ainda persiste até aos nossos dias.Quando hoje se fala em interior pensa-se, como no sec ,xvi, em região escassamente povoadA e apenas atingida pela cultura urbana (101)
“No terceiro século do domínio português é que temos uma afluxo maior de imigrantes para além da faixa litoranea, como o descobrimento do ouro das gerais.”(102)
Os moradores , regulamentos por lei, formavam uma única família governada pelo intendente-geral,onde as condições civis ficavam subordinadas á exploração de um bem exclusivo da coroa(103)
O argumento de Sérgio Buarque nos permite pensar que a identidade e a imagem construídas sobre os países e cidades refletiram-se nas disposições físicas, nas construções e edificações das metrópoles, A colonização espanhola assegurou o predomínio militar, econômico e político da metrópole sobre as terrasconquistadas, criando centros urbanos estáveis e bem ordenados. Na América espanhola se destaca o uso das linhas retas, formando as cidades abstratas, as ruas não se curvavam de acordo com a paisagem natural, e sim, se impunha sob a paisagem.As cidades semprecomeçavam a ser construídas a partir da praça maior, esta em formato dequadrilátero, da onde saiam as ruas principais. Os núcleos urbanosexprimiam,no plano das cidades hispano-americanas, a ideia de que o homem podeintervir no destino, no curso das coisas, e que este pode até ser fabricado (106, 107)

Capitulo 5
O Homem Cordial

Só pela transgressão da ordem domestica e familiar é que nasce o estado em que o simples individuo, se faz cidadão , contribuinte, eleitor, elegível, responsável perante a lei da cidade (141)

“Para oempregador moderno assinala um sociólogo norte americano”, onde a produção em larga escala, a organização a grande massas de trabalho, mecanismos complicados acabou tornando visível a irresponsabilidade das parte q dirigiam essas massas de trabalho, pois o trabalho era todo.

Do ponto de vista de pedagogos que ainda á hoje no Brasil pessoas, que tem uma criação voltada apenas para o circulodomestica retardatando o individuo, onde esse método é antigo, fazendo com que um individuo cresça já alienado, a suas escolhas, e modo de se desenvolver. (143)

“A crise de adaptação dos indivíduos ao mecanismo social, ao trabalho assalariado baixo, a iniciação de políticas era especialmente sensível devido ao tempo, ao espirito de iniciativa pessoal.(144)

”no Brasil onde imperou desde temporremotos, o tipo de responsabilidade, formados por tal ambiente, compreenderam a distinção fundamental entre os domínios do privado e do público.”(145)

Começa a divisão para as funções publicas. “O funcionalismo patrimonial pode com as divições das funções adquirir traços burocráticos”(146)

“No home cordial, a vida em sociedade é, de certo modo, uma verdadeira libertação do pavor que ele...
tracking img