Fichamento - maquiavel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (480 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
|Maquiavel (pp. 83 - 91). Sexto Capítulo. |
|BOBBIO, Norberto. A Teoria das Formas de Governo.Brasília. UNB. 1984. |



O capítulo acerca de Maquiavel traz uma nova perspectiva para a História, pois este italiano trouxe uma nova“catalogação” às formas de Governo, foi um dos primeiros a trazer o conceito de Estado – este era referido como polis aos gregos e res publica, aos romanos –, além de ter mostrado que “todos os Estadosque existem e já existiram são e foram repúblicas ou monarquias”.
Como Bobbio vai explicando ao decorrer de suas linhas, há, na classificação maquiavélica, a adoção de duas formas de estruturagovernamental: ou principados – estes vistos nos reinos –, ou repúblicas – estas, nas democracias ou aristocracias. Nos limítrofes dessas duas formas, encontram-se os governos intermediários desamparadospor um quadro instável de fazer politicagem e da falta duma constituição homogênea e unitária. Aqui mostrou-se um tópico fundamental de Maquiavel, o qual afirma que para um Estado ter harmonia,durabilidade e equilíbrio em sua formação é necessário, essencialmente, da estabilidade.
Nicolau Maquiavel, em outro momento, classifica os principados em: principados hereditários (passados de pai parafilhos), sendo estes governados com soberania suprema ou com intervenção da nobreza – parte da pirâmide social que se encontram os notórios barões; e principados novos (assunto mais falado em OPríncipe), nos quais se chega ao poder com a conquista, seja pela sua capacidade, sorte, violência - cá está o maquiavelismo de se portar diante da política e dominação de massas – e também pelo consensopopulacional. Por não ter sido um Estado concedido e sim, conquistado, aqui não se pode falar em legitimidade. De fato, não se pode inferir um significado pejorativo para tal, pois houve um mérito...
tracking img