Fichamento: letramento e alfabetização: as muitas facetas

ÉRICA MEIRELES DE MOURA
























Fichamento: Letramento e alfabetização: as muitas facetasUberlândia – MG
Faculdade de Educação - UFU
Maio de 2011

Fichamento: Letramento e alfabetização: as muitas facetas

SOARES, Magda. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. In: Trabalho apresentadono GT Alfabetização, Leitura e Escrita, durante a 26ª. Reunião Anual da ANPED. Poços de Caldas, de 5 a 8 de outubro de 2003.

Resumo

A autora faz um entrelaçamento com outro texto de suaautoria, que foi publicado há quase vinte anos, “As muitas facetas da alfabetização”. A intenção é retomar conceitos e problemas, buscando identificar sua evolução ao longo das duas ultimas décadas, oconceito de letramento e a desinvenção da alfabetização. (p. 1)


O texto relata que aproximadamente nos anos 1980 se dá a invenção do letramento no Brasil. A partir daí surgiu grande números deartigos e livros voltados para o tema. (p. 2)


Na França surge a caracterização dos jovens e adultos do chamado Quarto Mundo, que revela precário domínio de competência da leitura e da escrita,assim dificulta a inserção dos mesmos no mundo social e do trabalho. Nos Estados Unidos o problema emerge no início dos anos 80, os jovens graduados na high school não dominavam habilidades de leituraque envolvem a escrita e esse se dava por não domínio de competências de uso da leitura e escrita. (p.2)


No Brasil o uso competente da leitura e escrita tem sua origem juntamente à aprendizageminicial da escrita, desenvolveu-se basicamente a partir de um questionamento do conceito de alfabetização. A mídia usa termos como semi-analfabetos, iletrados, analfabetos funcionais, esses nomeadosde analfabetos funcionais são aqueles que sabem ler e escrever, mas frequentaram menos de quatro anos de escola. (p. 4)


Observa-se que na produção acadêmica brasileira, alfabetização e...
tracking img