Fichamento laplatine

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (679 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Laplatine, François. Aprender Antropologia. Brasiliense: São Paulo, 2003. p 35 – 74

* A gênese da reflexão antropológica é contemporânea à descoberta do novo mundo (...) século XIV (...)começam a se esboçar as duas ideologias concorrentes:
* (...) a recusa do estranho (...) boa consciência que se tem sobre si (...) mau selvagem, bom civilizado (...)
* (...) fascinação pelo estranho(...) má consciência que se tem sobre si (...) bom selvagem, mau civilizado (...)
* Selvagem (...) não é civilizado (...) critérios utilizados (...) pelos europeus para julgar (...):
* (...)religião (...) comportamentos alimentares (...) aparência física (...) inteligência (...) aprendida a partir da linguagem (...) selvagem o inverso do civilizado.
* O caráter privativo dessassociedades sem escrita, sem tecnologia, sem economia, sem religião organizada, sem clero, sem sacerdotes, sem polícia, sem leis, sem Estado (...) não constitui uma desvantagem. O selvagem não é quempensamos (...).
* A figura do bom selvagem (...) século XVIII (...).
* A imagem que o ocidental se fez da alteridade (...) oscila entre os polos de um verdadeiro movimento pendular (...).
*Século XVIII (...) ciência do homem (...) apreender condições históricas, culturais e epistemológicas (...) o que é antropologia (...) o projeto antropológico (...) supõe:
* a construção de um certonúmero de conceitos (...).
* a constituição de um saber que não seja apenas de reflexão, e sim de observação (...).
* uma problemática essencial: a da diferença (...).
* um método deobservação e análise (...).
* Os costumes dos selvagens americanos comparados aos costumes dos primeiros tempos, Lafitau se dá por objetivo fundar uma “ciência dos costumes e hábitos” (...).
* Daeducação do jovem selvagem do Aveyron (...) Jean Itard (...) se interroga sobre a comum humanidade à qual pertencem o homem da civilização (...).
* Rousseau (...) Discurso sobre a origem e os...
tracking img