Fichamento jornalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1700 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
COMO FAZER FICHAMENTO


DEFINIÇÃO
Registro da leitura (de um livro ou texto) em pequenas fichas, armazenáveis em um fichário[1].

PARA QUE SERVE
O fichamento permite destacar questões centrais da leitura de determinada obra para: a) utilizar em discussões em sala de aula; b) favorecer o domínio do conteúdo da obra, que pode ser comparado ao de outras obras; c) guardar para uso futuro naforma de consulta, dispensando a necessidade de refazer toda a leitura.

Para o professor, o fichamento é uma ferramenta didática, pois lhe permite conhecer o aproveitamento do aluno em relação à leitura solicitada.

O fichamento assegura aprendizado e conservação da memória de leitura se for bem feito. Portanto, deve preencher alguns requisitos mínimos.

EXIGÊNCIAS BÁSICAS[2]

|1|Referência completa com: nome do autor, título da obra, cidade, editora e ano de publicação e n. de páginas. |
|2 |Tema da obra ou Palavras-chave (aparecem na ficha catalográfica) |
|3 |Síntese (breve resumo da obra)|
|4 |Reprodução de trechos da leitura, em citações diretas [sempre entre aspas] e indiretas, relevantes para a apreensão do |
| |conteúdo da obra. Importante ao final da reprodução identificar o item e a página de onde extraiu as citações. |
|5 |Comentários|
|6 |Dúvidas da leitura (se houver) |


|Item |Conteúdo |
|Referência |FORTES, Leandro. Jornalismo Investigativo. São Paul: Editora Contexto, 2005|
|Palavras-chave |Jornalismo Investigativo, Entrevistas, Ética no Jornalismo, Reportagens Investigativas. |
|Síntese |O autor relata as principais reportagens investigativas que tiveram grande repercussão, mostrando os métodos e|
| |as ferramentas de apuração que foram utilizados. O livrotraz ainda artigos/depoimentos de autores convidados |
| |dentre eles está Claudio Tognolli. |
|Introdução |Introdução do Jornalismo Investigativo, como ele começou no Brasil: |
|(p. 10) ||
| |“No Brasil, o boom da investigação jornalística teve que esperar o fim da ditadura militar (1964-1985) para |
| |acontecer. Durante os 21 anos de rodizio de generais no Palácio do Planalto, a impresa brasileira ficou, em |
| |maior e menorescala, sufocada pela censura e pela força da repressão. Vivia, aqui e ali, de iniciativas |
| |pontuais. Com a redemocratização do país, em 1985 os jornalistas começaram a respirar, a fugir do noticiário |
| |oficial e, finalmente, a buscar a melhor noticia – aquela que esta escondida.” |
|| |
| |“Foi na Era Collor, no entanto, que os métodos de investigação tornaram-se organizados dentro das redações. Os|
| |sucessivos encadâlos ocorridos entre 1990 e 1992, durante a gestão do presidente Fernando Collor de Mello, |
|...
tracking img