Fichamento do i e ii cap do manifesto do partido comunista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1401 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
I – Burgueses e Proletários
“ A história de todas as sociedades que existiram até nossos dias tem sido a história das lutas de classes”.( pag 26)
Ou seja, a tensão entre aqueles que detêm o mecanismo de produção e aquele que não (subordinados). A luta de classes que quase sempre culminou na transformação da sociedade ou na destruição das duas classes. Essa luta, que define o início ou fim deuma fase histórica. Classe social é o grupo que se define pela sua atividade de trabalho, ou divisão de trabalho.
“A sociedade burguesa moderna, que brotou das ruínas da sociedade feudal, não aboliu os antagonismos de classe. Não fez mais do que estabelecer novas classes, novas condições de opressão, novas formas de luta em lugar das velhas. A sociedade divide-se cada vez mais em dois camposopostos, em duas classes diametralmente opostas: à burguesia e o proletariado.”( pag 26)
A burguesia é a classe revolucionária do século XIX, ela está por trás da dinâmica do capitalismo.
“O sistema feudal da indústria, no qual a produção industrial era monopolizada
pelas guildas fechadas, agora não mais atendia às crescentes necessidades dos novos mercados” ( pag 27)
Marx reconhece que a expansãomarítima ofereceu condições para a expansão/ ascensão da burguesia.
“A indústria moderna estabeleceu o mercado mundial, para o qual a descoberta da América preparou terreno. Esse mercado deu um imenso desenvolvimento ao comércio, à navegação e à comunicação por terra. Esse desenvolvimento, por sua vez, reagiu à extensão da indústria; e na proporção que a indústria, o comércio, a navegação e asestradas de ferro se estendiam, na mesma proporção a burguesia se desenvolvia, aumentava seu capital e punha em plano secundário toda classe legada pela Idade Média.” (pag 27)
Assim, a medida que o capitalismo chega, a tradição deixada pela Idade Média, se esgota.
“Cada etapa da evolução percorrida pela burguesia era acompanhada de um processo político correspondente”. (pag 28)
“A burguesiadesempenhou na História um papel eminentemente revolucionário.” (pag 28)
“Todos os complexos e variados laços que prendiam o homem feudal a seus “superiores naturais”, ela os despedaçou sem piedade...” (pag 28)
Ou seja, transformou em relações estritamente monetárias, o que antes era tido como servidão por vontade divina.
“A burguesia rasgou o véu sentimental da família, reduzindo as relaçõesfamiliares a meras relações monetárias.
A burguesia só pode existir com a condição de revolucionar incessantemente os instrumentos de produção, por conseguinte, as relações de produção e, com isso, todas as relações sociais.” (pag 29)
Não há mais valor na honra, na palavra. Não importa quem você é, mas sim o que tem.
Arma do Capitalismo: Os baixos preços de suas mercadorias formam a artilharia pesadacom que destrói todas as muralhas da China, com que obriga à capitulação os bárbaros mais hostis aos estrangeiros. Força todas as nações, sob pena de extinção, a adotarem o modo burguês de produção; força-as a adotarem o que ela chama de civilização, isto é, a se tornarem burguesas. Em uma palavra, cria um mundo à sua imagem. (pag 30)
A burguesia necessita estabelecer-se, explorar o mundo. Elasubmete a todos seu modo de vida, tido como ideal. O campo dominado pela cidade.
 Basta mencionar as crises comerciais, que, repetindo-se periodicamente, ameaçam cada vez mais a existência da sociedade burguesa. (pag 31)
Assim, junto com essas crises destrói-se uma grande parte dos produtos fabricados, bem como as forças produtivas desenvolvidas.
A burguesia, porém, não forjou apenas as armas querepresentam sua morte; produziu também os homens que manejarão essas armas – o operariado moderno – os proletários. (pag32)
Todos os indivíduos que não têm as ferramentas, mas são assalariados são chamados de proletariado.
Esses operários, constrangidos a vender-se diariamente, são mercadoria, artigo de comércio como qualquer outro. (pag 32)
Relações sociais monetárias (capitalismo). Porém,...
tracking img