Fichamento do texto "o historiador e seus fatos"

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2490 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Fichamento de texto
-------------------------------------------------
Aluno: Patrick Ferreira Bueno
-------------------------------------------------
Ano da Graduação: 1º - Data:16/03/2013
-------------------------------------------------
Título: O Historiador e seus Fatos
-------------------------------------------------
Autor: EdwardHallett Carr
-------------------------------------------------
Local, editora, ano: Rio de Janeiro - Editora paz e terra, 3º ed. 1982.

Pag.43:
Que é história?
Para pensarmos sobre isso, o autor cita Acton em seu relatório de 1896 para os membros do conselho da Cambridge Modern History que diz: " É uma oportunidade única de registrar, da maneira mais útil para o maior número, a abundância deconhecimentos que o século XIX está em vias de legar... Pela divisão criteriosa do trabalho, deveríamos ser capazes de fazê-lo e levar ao conhecimento de todos o documento mais recente e as conclusões mais amadurecidas da pesquisa internacional. Não podemos ter nesta geração a história definitiva, mas podemos dispor da história convencional e mostrar o ponto a que chegamos entre uma e outra, agoraque todas as informações estão ao nosso alcance e que cada problema tem possibilidade de solução" Depois, 60 anos mais tarde, George Clark comentou sobre a convicção de Acton de que um dia seria possível produzir "a história definitiva", e disse:
Pag. 44:
"Historiadores de uma geração posterior não parecem desejar qualquer perspectiva desse tipo. Eles esperam que seu trabalho seja superadomuitas e muitas vezes. Eles consideram que o conhecimento do passado veio através de uma ou mais mentes humanas, foi 'processado' por elas e portanto, não pode compor-se de átomos elementares e impessoais que nada podem alterar..." Ou seja, Clark não concorda com a ideia de que a história poderia ser um dia definitiva, muito pelo contrário, acredita que ela trata-se de um processo interminável,sempre aberto para novas visões. O choque entre suas opiniões refletem a mudança de nossa visão global sobre a sociedade. O século XIX foi marcado pela mania de fatos, como disse Gradring em Hard Times "São fatos... na vida só queremos fatos" Essa visão foi acentuada por Ranke, que por volta de 1830, em um protesto acentuou que a tarefa do historiador era "apenas mostrar como realmente se passou".Pag.45:
Essas expressões encantaram três gerações de historiadores, alemães, ingleses e mesmo franceses, já que tais palavras e seu significado, poupavam eles da obrigação cansativa de pensar por si próprios. Os positivistas apoiaram essa visão, pois estavam ansiosos para afirmar a história como uma ciência, diziam: Primeiro verifique os fatos, depois tire suas conclusões. Esse modo de pensar caiucomo uma luva para os empiristas que era a corrente dominante na filosofia britânica de Locke a Bertrand Russel. A teoria deles pressupõe uma separação total entre sujeito e objeto. O que hoje podemos chamar de 'senso comum' da história.
Pag. 46:
O autor ressalta que nem todos os fatos do passado são fatos históricos, e questiona, "Qual o critério que destintue fatos da história de outros fatosdo pasasdo?" existem fatos básicos que são os mesmos para todos os historiadores e que formam, por assim dizer, a espinha dorsal da história. Exemplo: A batalha de Hastings aconteceu em 1066, isso é fato, mas não fato primordial para o historiador. É um fato básico, e é dever do mesmo saber isso. Como disse Housman: "A exatidão é um dever, não uma virtude." Elogiar o historiador por isso, é omesmo que elogiar um arquiteto por usar a madeira mais conveniente ou o concreto adequadamente misturado.
Pag. 47:
É comum dizer-se que os fatos falam por si. Naturalmente isto não é verdade. Cabe ao historiador decidir se o fato é ou não algo a ser abordado. É ele quem decidi que o fato de Cesar atravessar aquele pequeno riacho, o Rubicão, é um fato da história, já que o mesmo riacho fora...
tracking img