Fichamento do texto: a função da linguagem na formação da consciência: reflexões.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1824 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TEXTO: A FUNÇÃO DA LINGUAGEM NA FORMAÇÃO DA CONSCIÊNCIA: REFLEXÕES.
“As inter-relações entre consciência e linguagem apresentam-se, ainda hoje, como um dos problemas mais complexos e desafiadores (...).” (pág. 15)
“Freqüentemente deparamo-nos com abordagens que discutem a gênese das funções mentais como fenômeno que ocorre independentemente da atividade pratica dos homens, das interações queos mesmos estabelecem entre si e com a realidade material no trabalho e por ele. Nessa perspectiva, pouco ou nada se explora, por tanto, sobre a possibilidade de o trabalho e a linguagem atuarem como instrumentos mediadores, básicos e decisivos, na elaboração da consciência racional.” (pág.15)
“A ciência psicológica, a quem essa problemática diz respeito muito a respeito, (...) não se haviaocupado com a mesma (...) por ter acreditado - durante séculos - que as explicações para os processos psíquicos deveriam ser buscadas no interior do próprio sujeito. Ora nos recônditos da alma, ora do biológico, mas sempre no plano endógeno.” (pág. 15-16)
“(...) Bakhtin 1990, Leontiev 1978, Luria 1986, Rubinstein 1972, Vygotsky 1987 (…) fundamentados aos clássicos da dialética materialista, (...)explicitam, com clareza, a construção do psiquismo humano como resultado (das) e, ao mesmo tempo, condição pura as transformações que os homens operam na natureza física e, simultaneamente, também na psíquica, a fim de atender a necessidades históricas, gestadas e modificadas na própria dinâmica da atividade laborativa.” (pág. 16)
“(...) a primeira postura não responde mais, satisfatoriamente, asinquietações registradas em torno do assunto, qual seja, as mútuas implicações entre relações de trabalho, linguagem e consciência. (...) por outro lado, as explicações postas pelos denominados sociohistóricos, a essas mesmas indagações, é algo que se encontra em vias de compreensão, carecendo, assim, de estudos e esclarecimentos.” (pág. 16)
“As discussões que se seguem (...) privilegiam, no contextodo trabalho, a função da linguagem na formação da consciência. (...) inicialmente buscam-se subsídios em clássicos da história, da filosofia e. com freqüência, da antropologia, objetivando compreender as implicações da linguagem no processo de hominização. (...) no segundo momento, procede-se a análise dessa mesma questão no plano psicológico. (...). O desafio (...) é refletir sobre a função quea linguagem cumpre na individualização (...)” (pág. 16)
“Se o fundamento da humanidade está no trabalho, o entendimento do homem e, por decorrência, do seu psiquisrno implica a apropriação da atividade, desse mesmo homem, em seu caráter produtivo.” (pág 17)
“(...) a transição de nossos ancestrais da condição de arborícolas para terrícolas foi um passo significativo na definição da linhagemhumana.” (pág. 17)
“A vida na terra liberou as mãos da constante tarefa de preensão e, ao mesmo tempo, obriga os hominídeas a lidar com os perigos imanentes à diferente realidade em que se encontravam. (...). Tais condições de subsistência modificam a forma das mãos e mais, imprimem-lhes habilidades e destrezas antes inexistentes. A mão humana é um órgão de trabalho e, concomitantemente, produto dele.(...). Os benefícios processados pelas mãos repercutem no corpo do qual é parte.” (pág. 17)
“A convivência em coletividade e, nela, a divisão de tarefas geram necessidade de comunicação. (...). Assentam-se, desse modo, condições materiais necessárias à formação da família e, junto com ela, uma interação intensa que favorece a comunicação.” (pág 17)
“O aparecimento da consciência humanaencontra-se indissoluvelmente unido à atividade laborativa. (...). A consciência é engendrada num processo profundamente imbricado à comunicação gestual e ambas - consciência e linguagem - à atividade instrumental. (...). A prática produtiva confere ao objetivo urna nova identidade, de caráter social. E, simultaneamente, cria o próprio homem. (...) os homens transformaram (e continuam a transformar) a...
tracking img