Fichamento do livro: a imagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7621 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
FICHAMENTO DO LIVRO: A IMAGEM
-------------------------------------------------
ALUNO: ALEXANDRO COSTA FERREIRA / 1º SEMESTRE
-------------------------------------------------
CURSO: PUBLICIDADE E PROPAGANDA
-------------------------------------------------
MÁTERIA: FOTOGRÁFIA
-------------------------------------------------
PROFESSOR:EDUARDO RAVI
-------------------------------------------------
FICHA BIBLOGRÁFICA:
-------------------------------------------------
AUMONT, Jacques. A IMAGEM – 5ª edição. Campinas, SP; Papirus Editora, 1993.

Citações do capitulo 04
A PARTE DA IMAGEM
(A imagem só existe para ser vista, por um telespectador historicamente definido (isto é, que dispõe de certos dispositivos de imagens) eaté as imagens mais automáticas, as das câmeras de vigilância, por exemplo, são produzidas de maneira deliberada, calculada, para certos efeitos sociais). (pag. 197)

1– A analogia

(Já encontramos a noção da analogia, isto é, o problema da semelhança entre a imagem e a realidade, ao examiná-lo do ponto de vista do espectador, e de como este pode perceber em uma imagem algo que evoque um mundoimaginário). (p.198)

Analogia: convencional ou realidade?
(Nosso hábito profundamente arraigado dever quase sempre imagens fortemente analógicas costuma fazer com que apreciemos mal o fenômeno da analogia, ao relacioná-lo de modo inconsciente a um tipo de ideal, de absoluto, que é a semelhança perfeita entre a imagem e seu modelo). (p.199)

(Até as perturbações introduzidas, há um século, navisão artística da realidade não foram suficientes para abalar esse hábito; hoje ainda, o cubismo, por exemplo, se é aceito pelo grande público como estilo autenticamente artístico, continua a ser concebido como modo de representação deformante, que se afasta da norma analógica, sempre mais ou menos fotográfica). (p.198)


A tese de Ernst H.Gombrich
(O aspecto espelho: A analogia redobra[certos elementos de] a realidade visual; aliás da imagem figurativa talvez seja imitação da imagem especular, a que se forma naturalmente em uma superfície d’agua, em uma vidraça, no metal polido)”. (p.199)
(O aspecto mapa (map) a imitação da natureza passa por esquemas mentais vinculados a universais, que visam tornar a representação mais clara ao implifica-la; esquemas artísticos oriundos datradução e cristalizados por ela etc.). (p.199)

Teoria Bazin
(Estima que se é o real e somente o real que convém representar e exprimir, é porque ele possui um sentido – de origem necessariamente divina (só Deus pode dar um sentido do real,) logo necessariamente oculto. O importante é portanto exprimir a significação do real; a ilusão, atingível, é um objetivo menor)). (p.201)

(É de um artigode Metz que tiramos a expressão “graus de analogia”, para designar o fato de que a imagem decerto contém a “analogia”, Mas que, além disso, a analogia só serve, na maioria das vezes, para veicular uma mensagem que nada tem de analógioco nem mesmo de visual). (p. 204)

(Metz vai mais longe e diz que a própria analogia é codificada, logo culturalmente determinada da A a Z. Chega até identificarcomo códigos as próprias propriedades do sistema visual. Sem dúvidas tem-se, com esta última proporção., um exemplo das dificuldades às quais conduz qualquer abordagem da imagem como tendo sentido imanente, já que, se há codificação de visão não pode ser no mesmo sentido que a codificação vinculadas às conotações da imagem). (p. 204)

1.3.1 – Realismo e exatidão

(É importante, portanto, fazeruma nítida distinção entre realismo e analogia. A imagem realista não é forçosamente a que produz uma ilusão de realidade. Nem é mesmo forçosamente a imagem mais analógica possível, e a sua melhor definição é a de imagem que fornece, sobre a realidade, o máximo de informação). (p. 207)

(O realismo é, pois uma noção relativa; não há realismo absoluto, nem mesmo simples realismo (convêm...
tracking img