Fichamento do livro pesquisa social: teoria, metodo e criatividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1894 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Bibliografia:
DESLANDE, Suely Ferreira; GOMES, Romeu; MINAYO, Maria Cecília de Souza; Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 31ª ed.- Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

2. Citações:

As tribos primitivas, através dos mitos, explicaram e explicam os fenômenos que cercam a vida e a morte, o lugar dos indivíduos na organização social, seus mecanismos de poder, controle e reprodução. (p.9)

A poesia e a arte continuam a desvendar lógicas profundas e insuspeitas do inconsciente coletivo, da vida cotidiana e do destino humano. A ciência é apenas uma forma de expressão dessa busca, não exclusiva, não conclusiva, não definitiva. (p. 9)

Há aqueles que buscam a uniformidade dos procedimentos para compreender o natural e o social como condição de atribuir o estatuto de “ciência” aocampo social. Há os que reivindicam a total diferença e especificidade do campo humano. (p. 10)

Ou seja, existe possibilidade de encontrarmos semelhanças relativamente profundas em tosos os empreendimentos que se instituíram a partir da ideia geral de um conhecimento construído por meio de conceitos, seja de caráter sistemático, seja de caráter exploratório e dinâmico. (p.10)

Isto significaque cada sociedade humana existe e se constrói num determinado espaço e se organiza de forma particular e diferente de outras. Por sua vez, todas as que vivenciam a mesma época histórica têm alguns traços comuns, dado o fato de que vivemos num mundo marcado pelo influxo das comunicações (p. 12)

Portanto, a provisoriedade, o dinamismo e a especificidade são características de qualquer questãosocial. Por isso, também, as crises têm reflexo tanto no seu desenvolvimento como na decadência das teorias sociais que as explicam (pois essas também são históricas). (p. 12)

Na verdade, não existe ciência neutra. Toda ciência – embora mais intensamente as Ciências Sociais- passa por interesses e visões de mundo historicamente criadas, embora suas contribuições e seus efeitos teóricos etécnicos ultrapassem as intenções de seus próprios autores. (p. 13)
Ou seja, a metodologia inclui simultaneamente a teoria da abordagem (método), os instrumentos de operacionalização do conhecimento (as técnicas) e a criatividade do pesquisador (sua experiência, sua capacidade pessoal e sua sensibilidade). (p.14)

As questões da investigação estão, portanto, relacionadas a interesses e circunstânciassocialmente condicionadas. São frutos de determinada inserção na vida real, nela encontrando suas razões e seus objetivos. (p. 16)

A teoria é construída para explicar ou para compreender um fenômeno, um processo ou um conjunto de fenômenos e processos. (p.17)

Em resumo, uma teoria é uma espécie de grade, a partir da qual olhamos e “enquadramos” a interpretação da realidade. Ela é umconhecimento, mas não deve ser uma camisa de força. Ela é feita de um conjunto de preposições. Quer dizer, ela é um discurso sistemático que orienta o olhar sobre o problema em pauta, a obtenção de dados e a análise dos mesmos. (p.18)

O bom pesquisador é o que indaga muito, lê com profundidade para entender o pensamento dos autores, que é crítico frente ao que lê, e que elabora sua proposta de pesquisa,informado pelas teorias, mas de forma pessoal e criativa. (p.19)

Num embate direto com o positivismo, a Sociologia Compreensiva propõe a subjetividade como fundamento do sentido da vida social e defende-a como constitutiva do social e inerente à construção da objetividade nas Ciências Sociais. (p. 23)

Os autores compreensivistas não se preocupam em quantificar e em explicar, e sim emcompreender: este é o verbo da pesquisa qualitativa. Compreender relações, valores, atitudes, crenças, hábitos e representações e a partir desse conjunto de fenômenos humanos gerados socialmente, compreender e interpretar a realidade. (p. 24)

Sobre o marxismo, as críticas enfatizam sua dificuldade para criar instrumentos compreensivos, pois a tendência dos seus autores e seguidores é importar...
tracking img