Fichamento do capitulo 4 do livro: ambiente terra e vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fichamento do Capítulo 4 do livro: Ambiente, Terra e vida.
Fonseca, Valter Machado.
Introdução
A palavra ecologia deriva do grego oikos, com o sentido de casa e logos, que significa estudo. Assim, o estudo do ambiente da casa inclui todos os organismos contidos nela e todos os processos funcionais que a tornam habitável. Literalmente, então, a ecologia é o estudo do lugar onde se vive comênfase na totalidade ou padrão de relações entre os organismos e seu ambiente
ESTUDOS DOS PROCESSOS HISTÓRICOS
Quando se discute a problemática ecológica e as questões relacionadas ao ambiente, freqüentemente se faz referência a extrema fragilidade da terra de diante da intervenção humana. No entanto, para uma melhor compeenção da questão ambiental, torna-se necessário adotar referenciais maisamplos, como a história da terra há 4,6 bilhões de anos, ou a história da civilização há cerca de 11 mil anos, ou mesmo a história da escrita há 2.500 anos.
Se pesquisarmos a história das civilizações, vamos encontrar diversos exemplos de povos que, ao promoverem intensa exploração de seus recursos naturais, deixaram um rastro de erosão, provocando assoreamento dos rios e empobrecimento dos solos,que acelerou o declínio de sua própria civilização. Foi exatamente o que aconteceu na mesopotâmia.
DESCOBERTAS RELEVANTES
Entre os séculos XV e XVIII, alternaram-se as teorias da origem da vida. Alguns personagens importantes desse processo foi Lavoisier, Redi, Pasteur, Liebig, Leeuwenhoek; dentre outros. Avanços como a teoria mecanicista de Newton, o aperfeiçoamento do microscópio e as teorias dabiologia celular formaram a base das teorias atuais sobre o fluxo de energias nos ecossistemas, bem como sobre o papel das plantas nos processos da purificação do ar.Teorias sobre a nutrição vegetal desenvolveram-se apartir das teorias de osmose e difusão em meados do século XIX
PEQUENA ABORDAGEM SOBRE O HISTÓRICO DA CRISE ENERGÉTICA.
Ao longo dos anos, o homem modificou seu padrão de vida,utilizando a tecnologia para viver mais e melhor. Por isso, houve aumento considerável no consumo de energia
Se você parar para analisar, perceberá que todos os problemas ou situações que envolvem o meio ambiente e ecologia assumem, acima de tudo, um caráter de cunho social, que nos inclina ao pré-conceito de que a degradação ambiental é resultado apenas do desenvolvimento econômico, político etecnológico de uma nação, fazendo-nos acreditar que a razão para os problemas é o enfraquecimento da relação homem versos natureza, e não homem versos homem.
ORIGENS DO PENSAMENTO ECOLÓGICO-CIENTÍFICO.
A ecologia, hoje, constitui uma grande área do saber, que envolve estudos dos ecossistemas antrópicos e naturais, da dinâmica social e interações dessas áreas entre si, de forma que podemosgeneralizar os resultados obtidos a partir de uma determinada investigação metodológica. Para isso, devemos desenvolver uma grande capacidade de integrar conceitos e ponto de vista próprios de diversas áreas, tais como: medicina, biologia, história, geografia,filosofia, química, arquitetura, dentre outras. Podemos ilustrá-la, não como um tronco que se ramifica em áreas das ciências, mas, sim, comovárias raízes originadas independentemente, que mais tarde confluem para uma área do conhecimento.
CONCEITOS FUNDAMENTAIS PARA ENTENDERMOS ECOLOGIA.
A questão da vida é muito antiga e, provavelmente, ainda divide pesquisadores quanto à sua origem. Desde a antiguidade e da forma aristotélica de interpretação da natureza, um movimento denominado vitalismo se desenvolveu tendo Needhan em 1975 como umgrande colaborador dessas idéias ao escrever que animálculos seriam gerados espontaneamente nas infusões.
Contestando o senso comum da geração espontânea ou abiogênese - que acreditava que ao juntar trapos, farelos de milho e suor, originava ratos, baratas e moscas, assim como das árvores, originavam-se largatas, borboletas e pássaros, e do mel surgiam as abelhas – Francesco Redi propôs, em...
tracking img